terça-feira, setembro 05, 2006

Memória Perdida - II.A metástase submersa (o protestantismo revolucionário)

«Já em 1916, no Congo Belga, aparecera um agrupamento secreto que substituía o baptismo cristão por uma iniciação durante a qual os Negros se entregavam à bebida e queimavam feitiços. De facto, pela condenação do feiticismo, esperava-se eliminar o ódio tribal e conseguir a unificação dos Negros. O protestantismo, permitindo o estudo livre da Bíblia e a sua interpretação arbitrária, facilitava a criação de seitas. Os Negros e em especial os seus profetas, Simão Kimbango e Simão Toco, extraíram o seu material revolucionário do Antigo Testamento. De acordo com a sua mentalidade, os Africanos colocavam-se no lugar do povo de Israel, ao ler a história da sua opressão. A Bíblia fala igualmente de restituição de terras e da aparição do Messias. Indo mais longe, na interpretação das escrituras, os Baptistas e os Adventistas estavam talvez mais próximos da mentalidade negra quando insistiam na vinda do Espírito Santo e na ressurreição dos mortos nos quais os Negros acreditam firmemente.
Simão Kimbango, fundador da seita que tem o seu nome, nasceu, segundo parece, em 1890 perto de Thysville, no Congo Belga. Foi educado numa missão baptista inglesa, B.M.S., ou seja Baptist Mission Society. Reprovou no exame para pastor e abandonou a missão furioso, decidido a vingar-se. Começou então a pregar o ódio aos Pastores, primeiro; aos Brancos, em seguida, por ele acusados de serem maus cristãos. Dizendo-se inspirado pelo Espírito Santo, interpretava a Bíblia à sua maneira. O Kimbangismo é, no fundo, um movimento político, com bases meio-religiosas meio racistas, fundado por Simão Kimbango, num acesso de ódio contra os Brancos.
Em 1920 apareceu um novo Moisés: Simão Toco, o qual, por seu turno, pretendeu libertar a terra dos seus antepassados. Para este efeito, lançou as bases de uma organização que educava profetas negros destinados a auxiliarem-no na sua tarefa. Nascido por volta de 1920, em Quilango, na região de Maquela do Zombo, frequentou uma missão baptista em Quibocolo; em 1933, foi enviado para o liceu de Luanda. Mais tarde, transferiram-no para Bembe tendo mesmo sido nomeado monitor da Missão. Simão Toco entra em contacto com a Watch Tower, em 1946, tomando parte num Congresso protestante. O Tocoísmo, bem como as outras seitas, tinham disciplina rigorosa e o sigilo era obrigatório. No plano político, os seus membros lutam pela libertação da terra africana e pela hegemonia da raça negra.
Frequentemente misturados com os Kimbangistas, utilizavam a música e as danças para exaltar o coração dos Negros, excitá-los e electrizá-los. Esta seita também se serve do hipnotismo para simular milagres; quando o milagre não se realiza, é sempre culpa do Negro ou do doente a quem falta a fé. Esta seita ia mais longe ainda na sua prática religiosa pois pregava a hostilidade contra os Brancos, o abandono do trabalho e a sabotagem dos objectos provindos de Brancos. (...)
O culto kimbangista deu origem a três outras seitas: uma, dirigida pelos dois filhos de Kimbango, José Diangenda e Carlos Kisolokelo, a outra, por Simão Mpadi; a terceira, finalmente, chamada Grupo do Espírito Santo. O grupo Mpadi, verdadeiro exército revolucionário, agia no norte de Angola, perto de Maquela do Zombo. Este grupo, cujos membros usavam uniformes de caqui e galões, foi desmantelado pelos Portugueses em 1939.
Mpadi aprisionado, conseguiu fugir para o Congo Belga, onde morreu. Apesar da vigilância das autoridades portuguesas, o sectarismo meio-religioso meio-político, por intermédio dos Kikongos e dos Bakongos, penetrava cada vez mais profundamente em Angola.
O Lassismo tinha grande influência em Cabinda onde o seu fundador, Simão Lasso, nascera em 1908. Educado numa missão católica, foi depois marinheiro na Marinha Mercante Francesa, em seguida “boxeur” profissional. Segundo se diz, Simão Lasso, dotado de excepcional inteligência, aprendeu a ler em dez dias. Em 1947 visitou Lourdes e pretendeu, um ano mais tarde, ter visto Jesus Cristo e falado com Ele. Anos depois, converteu-se ao protestantismo e entrou para o Exército de Salvação. A sede do Lassismo era em Pointe Noire, na África Equatorial Francesa, onde, aliás, se construiu um templo. Este movimento religioso está hoje englobado no movimento de libertação do enclave de Cabinda, tendo-se assim tornado puramente político.(...)
Em resumo, todas estas seitas utilizavam a religião cristã e a interpretação livre da Bíblia para fins políticos e para criar associações clandestinas cuja propaganda, e muitas vezes a acção efectiva, era anti-europeia, anticolonial e racista. Não será talvez pura coincidência que a Watch Tower, fundada em 1872 na América, no estado da Pensylvania, seja uma seita que está principalmente nas mãos de Negros. A sua sede é hoje em Nova Iorque, em Brooklyn, donde mantém relações bastante estreitas com os movimentos nacionalistas africanos.»

- Mugur Valahu, "Angola - Chave de África" (1968)

10 comentários:

Marcolino disse...

A Graca de Cristo para todo.

Poderia dar uma olhadinha no site:http://www.zulumongo.com/resenha%20historica.htm.
Para entender dividamente a vida do Profeta Simão Toco

Que O Espirito santo nos ilumine a Todos

Anónimo disse...

Um pouco Sobre Simão Toco Explicado pelo hestoriador Portugues Carlos Mário Alexandrino da Silva:http://www.portugal-linha.pt/opiniao/CAlexandrino/cron4III.html

Anónimo disse...

Caros leitores,
Para bom entendedor meia palavra basta. Acredito que estamos em presença de factos sucedidos e vividos em África, logo se estes negros tivessem nascido na américa do Norte as honras e fogos de artificio seria todos os dias. Basta olhar para o caso M. Luther King.Vamos esperar mais um século para o hemisfério norte valorizar estes profectas africanos.
Deus um dia exaltará os fracos.
Obrigado.
Hebreu Negro.

Anónimo disse...

Caros leitores,
Para bom entendedor meia palavra basta. Acredito que estamos em presença de factos sucedidos e vividos em África, logo se estes negros tivessem nascido na américa do Norte as honras e fogos de artificio seria todos os dias. Basta olhar para o caso M. Luther King.Vamos esperar mais um século para o hemisfério norte valorizar estes profectas africanos.
Deus um dia exaltará os fracos.
Obrigado.
Hebreu Negro.

Anónimo disse...

Meus senhores a ignorância é o pior inimigo da verdade!Este Blogger é o exemplo disso! Perguntem aos Representantes Políticos Portugueses que colonizaram Angola, quem era o Profeta Simão Toco e porque foi tão perseguido? Nenhum Governo persegue alguém que não tenha poderes militares ou económico como o fizeram com o Simão Toco e Simão Kimbango!
Estes Profetas não têm culpa que os Povos Ocidentais continuem a ser enganados por indivíduos famintos de poder e que ao invés de instruirem e educarem os povos, enchem as televisões com novelas para que não tenham tempo de se instruirem e esclarecerem a sua ignorância!
O Ocidente diz que África é o Berço da Humanidade e prova-o científicamente, mas ignora todo o Potencial do Continente, sonegando-o aos seus(Ocidentais), criando mentes incapazes de discernir a verdade da mentira, o Cristianismo da propaganda anti-Cristã!
Os europeus dizem ser-se desenvolvidos, mas não dizem aos seus Povos que a escrita veio de África, a primeira Universidade no mundo foi criada em África por Africanos,que Cristo nunca foi Branco como é "vendido", nunca Cristo nem os seus Discípulos levaram a Sua Igreja a Roma, as obras de arquitectura mais distintas existentes no mundo foram feitas por Africanos e em África, a maioria dos Mosteiros existentes em Portugalforam feitos por Árabes/Muculmanos, nunca por Europeus, e que no século XXII a maioria da população Portuguesa era negra!
Simão Toco e Simão Kimbango são Profetas Africanos e do mundo pois Profetizaram acontecimentos já realizados e alguns estão a ser realizados, outros ainda estão por realizar!
Alinguagem de ignorância deste Blogger não é mais que um desabafo xenófobo, pelo facto dos dois Profectas serem Africanos e negros!
Alguém questionou a Santidade dos Papas, de Fátima, de Madre Teresa de Calcutá e de tantos outros, que fazem com que os Povos se iludam dando os seus parcos bens em nome de uma Cristandade de negócios?
O Vaticano é um dos Estados mais ricos do mundo perante uma realidade mundial e vergonhosa de pobreza, onde milhares de crianças morrem de fome! Isto é Cristianismo?
O acumular de riquezas a custa do sofrimento dos Povos! Será que é isto que Jesus Cristo pregou?Será que Moisés e Abraão foram Europeus?
Porquê tanta revolta em relação aos Africanos e aos seus grandes feitos? Na minha terra diz-se "Onde se juntam as águias é porque há cadáveres"!
Meus Senhores quer custe ou não África é o Berço da Humanidade, será o Paraíso tão sonhado por milhares em todo o mundo, e será lá onde tudo começou que a transformação positiva se dará!Todo mundo saberá,mas nem todos perceberão as dinâmicas desta Profecia Espiritual! Jesus Cristo foi Hebreu Africano e as profecias acerca da sua vinda foram feitas África!´
Não se esqueçam, procurem aos Governantes e aos Padres o que lhes terá dito Simão Toco de tão importante que escondem até a data aos Povos, que vivem tão baralhados?!
Outro conselho: antes de falar sem conhecimentos sobre o Profeta Simão Toco ou Simão Kimbango, procure se esclarecer da verdade dos factos para não cair no ridículo e confundir ainda mais os compatriotas ignorantes!
Foi assim que os Povos mataram milhares de Judeus seus irmãos, ao invés de aproveitarem os conhecimentos que tinham! Resultado Portugal está atrasado em relação aos outros Países da Europa 50anos!
Antes de condenar, avalie bem o que diz e respeite o desconhecido, porque não sabe se o seu pão de cada dia dependerá dele!

Anónimo disse...

por mim basta dizer que o Deus de mAYAMONA(sIMÃO tOKO )FARÁ A JUSTIÇA

Anónimo disse...

por mim basta dizer que o Deus de mAYAMONA(sIMÃO tOKO )FARÁ A JUSTIÇA

Anónimo disse...

O HOMEM VERDQADEIRO VESSE PELA PRATICA BASTA BASTA OLHARES PELAS PISADAS DESSE GRANDE HOMEM SIMÃO TROKO BASTA, NÃO SÃO ESSES VOSSOS MALIGNOS COMENTÁRIO A DEFAMAR HOMEM BOM COM PROPOSITO DE LIBERTAR A ÁFRICA DA ESCRAVIDÃO PRECURAM INVESTIGAR MAIS SOBRE SIMÃO TOKO OK!DINHO CHINGONGUE.benguela

Anónimo disse...

O HOMEM VERDQADEIRO VESSE PELA PRATICA BASTA BASTA OLHARES PELAS PISADAS DESSE GRANDE HOMEM SIMÃO TROKO BASTA, NÃO SÃO ESSES VOSSOS MALIGNOS COMENTÁRIO A DEFAMAR HOMEM BOM COM PROPOSITO DE LIBERTAR A ÁFRICA DA ESCRAVIDÃO PRECURAM INVESTIGAR MAIS SOBRE SIMÃO TOKO OK!DINHO CHINGONGUE.benguela

Anónimo disse...

Foi assim que os Povos mataram milhares de Judeus seus irmãos, ao invés de aproveitarem os conhecimentos que tinham! Resultado Portugal está atrasado em relação aos outros Países da Europa 50anos!
Antes de condenar, avalie bem o que diz e respeite o desconhecido, porque não sabe se o seu pão de cada dia dependerá dele!
Meu irmão faço das suas minhas palavras, ao xenófobo escritor ignorante deste blog, convém olhar para onde chegará Portugal, pois tendes se investigares aos seus padres católicos ou em Roma uma profecia vos aguarda se não pronunciarem-se ao mundo porquê castigaram um Homem indefeso sem armas, sem poder finaceiro e somente vos falava de Deus e do Futuro, busque nos arquivos do seu Ex-Governo de António Salazar os relatórios feitos sobre os factos ocorridos ainda quando este grande Profeta de DEUS estava em vossa terra infertíl de riquezas, exilado na ilha dos açores e o que vos disse sobre a vossa terra(Portugal) se não está a acontecer e o que é apenas o principio, meu irmão sejamos só irmão e não sejas ignorante por aquilo que DEUS fez, porque com um sopro nos fez homem e como um sopro nos faz pó.
Leia mais e investigue e deixa de fazer comentários xenófobes e ignorantes.