domingo, setembro 17, 2006

Epístola a Neo-Pangloss

Preclaro MCB,
Ilustríssimo,

Suponho que esse Deus da Decência que Vª. Excª nos anuncia seja o providencial (e até aqui inescrutável) demiurgo do Melhor dos Mundos. Uma tal revelação –creia-o solenemente – deixa-me avassalado e pronto a sabe Deus que peregrinações devotas e macerantes.
Se não fosse temer que tal possa constituir um abuso da sua prodigalidade benemérita, até lhe suplicaria a caridade de me informar do endereço de tão pulcra deidade, bem como o horário de recepção ao público, para que eu, e outros crentes inveterados da minha laia, corramos a prostrar-nos e espojar-nos (sobretudo mentalmente) a seus pés. A seus, Dela, sublime deidade, entenda-se, mas também a seus, seus, Mestre MCB, iluminado e prefulgente profeta da Mesma, além de Mais Feliz dos Homens e dos Sábios. Por conseguinte, “a seus” ao quadrado: seus seus e seus Dela. Ou será ao cubo?...
Seja como for, a suspeita devém certeza: Vossa Eminência sobrevoa-nos a uma grande altura. Um nível incomparavelmente acima da blogosfera, da estratosfera, da noosfera, enfim, numa deriva orbital decente apenas ao alcance de predestinados: a castelobrancosfera!
Enquanto aguardo, em excruciante expectativa, que Vossa Santidade aterre elegantemente desse Sinai, com a redacção completa e acabada das Novas Tábuas debaixo do braço, roo-me e atormento-me, cativo de uma mortificante dúvida: que toilette deverei levar à peregrinação inaugural?!... (Perdir-Vos uma sugestão, nem me atrevo. Porque isso, mais que abuso, estadearia indecente desfaçatez).

Sinta-se louvado, Meu Salvador!
Retiro-me, rastejando e arando - encomiasmático - com a penca os solos. Deixando-lhe, para terminar, e em tributo, imagens do melhor dos Mundos...




- Abnegados caixeiros viajantes do Melhor dos Mundos, em merecida pausa nos árduos trabalhos da evangelização ao domicílio, relaxando na Green Zone, em Bagdad.

....

4 comentários:

Combustões disse...

Dragão:
V. é o máximo. Como sabe, Voltaire é dos meus autores preferidos. Para além de preferir os salões, os negócios e a boa mesa, era um excelente deísta. Eu, que sou um inveterado pessimista, um frugal garfo e um medíocre empresário, fico-me pela suposição de uma ordem universal.

zazie disse...

ahahahaha

desde aquela do Moita Carrasco que não me ria tanto

dragão disse...

Vª Excª bem pode supô-la à vontade, que esta macacada aqui debaixo cá está para a fazer em fanicos. Os seus protégés anglo-coisos, então, são uns barras nisso.

Bom fim de semana. E discorde sempre!...

nelson buiça disse...

I've seen the light!
I've seen the light!