quarta-feira, janeiro 23, 2008

Sementes de violência



Os judeus alemães estão furiosos. Porque este ano, em Munique, o dia de Carnaval calha na mesma data que o Dia Internacional do Holocausto, ou seja, 27 de Janeiro.
Realmente, parece-me de franco mau gosto marcar o dia do Carnaval Bávaro para a mesmo dia do Entrudo judaico.
E como se isto não bastasse, os educadores alemães estão a falhar clamorosamente na sua devota missão de holo-endoutrinamento dos jovens. O descalabro é de tal ordem que até a palavra "judeu" anda convertida numa das imprecações mais comuns entre os estudantes alemães; e, para cúmulo, durante as peregrinações de estudo aos crematórios de Auscwitz, as classes manifestam mais interesse pelos pormenores técnicos do que pelos aspectos dramáticos do santuário.
Tudo isto suscita-me uma variação de Goldberg acerca dum velho ditado: quando se exagera na benzedura acaba-se de nariz partido.

4 comentários:

Drago disse...

De isto é que a clientela residente do blog gosta. No entanto são factos dignos de observação, pena numero reduzido de pessoas se aperceber disto.

kommando disse...

Auschwitz é a Disney polaca.

A.H. disse...

Looooool!
Estes aaalamães são "loucos",..., mas não são estúpidos.

Enfim, assim o nariz nunca mais se endireita,..., porra!!! Uma vez pencudos, pencudos para sempre.

Deixa ver que máscara (de gás) vou usar no desfile em Munique? Ah, já sei, um uniforme SS.

Isto em memória dos milhões de baixas alemãs de bobardeamentos incendiários a cívis e da morte à fome e por tortura após o fim da guerra!

Prost Bayern!!!
A Holobosta deita-se é pia abaixo.

Anónimo disse...

bombardeamentos "of course"...