quinta-feira, setembro 27, 2007

O Mundo da tanga

A «Repressão em Rangum gera indignação mundial». Em contrapartida, a repressão na Palestina - onde o Exército israelita, em mais uma missão de rotina, faz nove mortos na Faixa de Gaza - gera a maior das sonolências e bocejos às catadupas. A razão é simples: a repressão só é condenável quando realizada por forças policiais; se levada a cabo com blindados e caças-bombardeiros adquire foros de missão caritativa e recebe de pronto a bênção "mundial".
Por outro lado, confrontada com a repressão da democracia americana no Iraque, a repressão da tirania militar birmanesa até alcança contornos angelicais.
Mas enfim, a solução para os títeres birmaneses é fazerem da brutalidade repressora, não um surto ocasional, mas uma normalidade sistemática, cada vez mais violenta. Uma vez aí, vão ver: já ninguém no "mundo" se indigna. Desata tudo no bocejo. As vestais delicadas são muito sensíveis à repressão, mas absolutamente indiferentes ao genocídio. Na verdade, o que verdadeiramente os incomoda são as coisas feitas em pequena escala. A sua.

1 comentário:

dado e arregaçado disse...

Pois é.Isto é o caralho com a picha de fora...