terça-feira, novembro 07, 2006

QIs e QEs



"Baixos Coeficientes de Inteligência são a maior praga que afecta África", afirma um investigador da London School of Economics.
Como refere a notícia:
Portanto, segundo este cientista, África terá superiores Coeficientes de Estupidez.

De África, eu falo de cátedra. Mas antes de me pronunciar sobre esta matéria, deixo aberta a discussão.
Isto promete.


PS: Entretanto, para irem testando o vosso QI, tentem o chamado "teste de Einstein". Segundo o grande génio, somente 2% das pessoas conseguem resolvê-lo. Aqui entre nós, devia estar a brincar: eu, que sou estúpido que nem uma porta, levei menos de cinco minutos.

11 comentários:

Anónimo disse...

Desculpem mas
Alguém costuma comprar a revista Cinturão Negro em que é Director Alfredo Tucci?
Comprem e leiam o editorial – "O Rapto da Europa"...Não se é de onde se nasce, mas de onde se pasta...Ao contrário de outros modelos de vida, o parasita é incapaz de funcionar sem um hospede do qual se possa alimentar...Orianna Fallaci chama-lhe de Eurabia e chovem sobre ela os litígios: Um inimigo que, além disso, em nome do humanitarismo e do asilo politico (mas que asilo politico? Quais motivos políticos?) recebemos a milhares de cada vez...
Nunca antes existiu tanta necessidade de guerreiros centrados que ajam como uma silenciosa corrente de sensatez, firmeza e dessa objectividade que só pode surgir de quem se domina a si mesmo...
E por fim termina com um grito: - Acorda Europa!
Se puderem comprem e leiam na íntegra. Li o artigo antes de dormir e acreditam que me tirou o sono, nunca pensei que um editor de uma revista de Artes Marciais sentisse esta necessidade de...se expor! É preciso ter coragem

Legionário

zazie disse...

esse teste é uma boa treta. Também sou uma básica e faço-o nas calmas.

zazie disse...

Quero dizer, num instante.

ahahahahahahah

Warsalorg disse...

Conheço a revista, já agora fiquei curioso...Legionário, qual é o nr. da "Cinturão Negro"? foi a última? Se puder diga facilitava-me o tabalho

Warsalorg disse...

O teste de inteligência é "relativo"

T-Regina disse...

As conclusões de Kanazawa lembraram-me aquela anedotazinha, artrítica de velha, em que o cientista conclui que, quando lhe cortam as patas, a pulga fica surda...

francisco t. disse...

O nome da revista, Cinturão "negro", parece-me suspeito.

Anónimo disse...

Não tenho a revista aqui comigo mas penso que é o ultimo número que está nas bancas.

Legionário

Anónimo disse...

Só se fosse na altura, agora qualquer pessoa medianamente informada pega na informação do "Norueguês que vive na primeira casa" e despacha aquilo num instantinho...

Warsalorg disse...

O teste é engraçado. Mas fiz o teste há alguns dias e achei fácil demais. Einstein não deve ter dito que apenas 2% da população conseguiriam resolver o teste, mas sim que 2% das pessoas iriam errar, hesitar ou ter dificuldades ou algo do genéro. Deve ter havido um erro de interpretação, tradução ou um mau uso. E este teste contempla apenas(com a subjectividade que lhe esta inerente) um tipo de "inteligência" a dedutiva ou raciocinio lógico. Não se encontra aqui o factor "acaso", mas existe tambem a possibilidade de alguem o realizar por acaso..Vi o teste original é no original não existe tabela, o que não ajuda, e se tivermos em conta o factor tempo que não existe neste, ai então é que as coisas se tornam mais dificeis. Uma vez há uns anos encontrei uma revista antiga "desafios lógicos", e ai sim vi "testes" quase impossíveis de realizar

Warsalorg disse...

Correcção. O que eu queria dizer era que Einstein deve ter dito que 98% não conseguem realizar o teste sem ter dificuldades, e não 2%..