domingo, novembro 05, 2006

À Beira do Abismo, isto é, do Divórcio



Prossegue a bom ritmo, em todos os meios de comunicação, a bárbara campanha anti-semita contra o Estado de Israel:
- «Gaza: 25 palestinianos mortos em três dias»
- «Atirador de elite do Exército israelita matou hoje à noite, por engano, uma menina palestiniana»
- «Israelitas matam a tiro mulheres palestinianas»
- «Gaza town shocked and battered by Israeli raid»

Um chorrilho de notícias claramente tendenciosas, como é bem de ver. Uma vergonha! Exemplo de imparcialidade é o JN, que descreve exemplarmente a situação:
- «Escalada mortal em Gaza atinge mulheres e crianças»
Cá está, assim é que é informar. Em vez de difamarem os israelitas, chamam o assassino pelo nome: "escalada mortal". Todos nós sabemos que as "escaladas mortais" são criminosas do pior grau. E andam por aí à solta. Se ninguém lhes põe cobro, às "escaladas mortais", não sei o que será do mundo. Hoje são os palestinianos, amanhã poderemos ser nós. As próprias "escaladas simples" não são flor que se cheire. Ainda há pouco tempo, aquele alpinista luso que se entretinha a escalar não sei que Himalaia, morreu tragicamente, resvalando desamparado para um qualquer precipício inóspito. Dizem que foi já na descida. Mas a descida é só a segunda parte da escalada. Em suma: até uma "escalada simples" degenera rapidamente numa "escalada mortal".
Entretanto, e para completar este ramalhete noticiabundo, diz o Vice-Primeiro-Ministro Israelita:
«Jews and Arabs can never live together!»
O que é, no mínimo, estranho. Bizarro até. Durante mais de mil anos eles não fizeram outra coisa, e com grande desembaraço. Não só viveram juntos, como são originariamente a mesma gente. Até partilham o mesmo Deus. Claro que têm lá as suas cismas. Mas quem as não tem?
Aliás, até à primeira metade do século vinte eles conseguiram viver juntos em relativa harmonia. Desde então passaram a matar-se conjuntamente. É sempre triste ver um casal tão antigo à beira do divórcio.

4 comentários:

francisco t. disse...

mas já lá diz o povo:
"entre marido e mulher, ninguém meta a colher."

Anónimo disse...

giro é a nossa falsimédia chamar incursão aos massacres na faixa de gaza e actos terroristas no outro lado.

Colateral

Anónimo disse...

A culpa disto tudo é do Hitler

Anónimo disse...

Do hitler? Não, a culpa é da eva!