quarta-feira, março 12, 2008

Os novos pecados mortíferos



Os novos sete pecados mortais, segundo o Vaticano:
1. Manipulação genética;
2. Experiências científicas em cobaias humanas;
3. Poluição do meio ambiente;
4. Causar injustiça social;
5. Causar pobreza;
6. Enriquecimento obsceno;
7. Tomar drogas.
«Os "pecados do passado" - luxúria, preguiça, inveja, avareza, gula, ira e orgulho - têm uma "certa dimensão individualista», disse Monsenhor Gianfranco Girotti ao Observador Romano, o jornal oficial do Vaticano. Os novos sete pecados mortais, em contrapartida, foram projectados de modo a fazerem os crentes perceber que os seus vícios também têm efeitos sobre os outros.»

Chamo a atenção para um detalhe deveras irónico que assoma da adaptação tanto quanto a justifica : em vez de se tornarem altruístas na virtude, os macacões vaidosos tornaram-se altruístas no vício. Até se derretem todos por fazer mal aos outros.
Entretanto, esta nova tabela de iniquidades, se não despacha a actual humanidade inteira para o inferno, anda lá perto.
Brevemente, analisarei aqui o meu caso pessoal... A ver que tal fico, segundo o novo enquadramento. Assim, à primeira vista, parece-me que até saí favorecido. Uff!, finalmente, uma boa notícia.

9 comentários:

zazie disse...

É por estas e por outras que me fiquei pela Igreja medieval.

O resto é que é fantasia

(mas esta lista abusa. Parece listinha de programa partidário)

Pedro Barbosa Pinto disse...

1 e 2 - Por estes pecados o mafarrico não vai arranjar muita clientela. De qualquer forma, como deverão ser todos prémio Nobel, o Inferno vai ficar muito valorizado.

3 – Se a flatulência não for uma excepção a este pecado, os confessionários das Igrejas vão tornar-se menos aprazíveis que o próprio Inferno.

4 e 5 - Derivam dos pecados de dimensão individualista pelo que não acrescentam nada.

6 – Um Católico comprar um bilhete de lotaria ou jogar no euromilhões será o mesmo que um não Católico jogar na roleta russa?

7 – Um bom católico, em vez de ficar doente deverá morrer de imediato, não venha algum demónio receitar-lhe uma droga que o cure!

vespa disse...

“But according to Catholic media experts, the headlines have distorted beyond recognition the original L'Osservatore Romano interview with Archbishop Gianfranco Girotti,...”
“Many Catholic thinkers and writers have strongly criticised the concept of "social sin" popularized by the leftist "progressive" wing of the Church since the beginning of the social revolution of the 1960's. Trendy among dissenting Marxist-inspired "liberation" theologians, the notion of social or "corporate" sin such as "social injustice" or "systemic inequality" has been largely discredited.”
http://www.lifesitenews.com/ldn/2008/mar/08031110.html

“Quem controla os mass-media americanos” e não só? Houve um homem que afirmou que os mídia serviam para entreter e desinformar
“Brevemente, analisarei aqui o meu caso pessoal... A ver que tal fico, segundo o novo enquadramento. Assim, à primeira vista, parece-me que até saí favorecido. Uff!, finalmente, uma boa notícia.”
Veja lá, o caro, não se aproveite quiçá de uma distorção, para se auto-enganar. Parece-me que essa atitude é um pecado. :):):)

douro disse...

Ó Sr. Dragão, pelas suas alminhas e em redenção dos seus pecados, por favor não se esqueça do meu pedido e veja lá se fala ao Ribau e ao Menezes para virem ao nosso sarau cómico dos reformados da Arca d'Água. Muito agradecido.

béziers-giordano bruno, etc... disse...

Igreja medieval?!

Foda-se!

zazie disse...

é isso mesmo, ó Bruno- a medieval. Tu só churrascaste muito tempo depois- na Moderna.

Não sabias?

Anónimo disse...

Ainda bem que a Igreja mudou,para desgosto (pelo que vejo) de alguns (felizmente poucos).
Agradeçamos a João Paulo II e ao actual Papa Bento XVI.

César disse...

os fodilhões estão, portanto, perdoados e redimidos. Já não é mau; mas quem perde com isto são os psicólogos.

Por outro lado, o Papa revela-se contra o enriquecimento obsceno. Um papa anti-semita??? Vai ser assassinado, de certeza...

Anónimo disse...

Sim, talvez "anti-semita", pois que uma parte não despicienda do TOP dos multimilionários são árabes (e muçulmanos)!