terça-feira, março 04, 2008

Holocausto involuntário

Mais uma daquelas notícias mirabolantes que vão tecendo o quotidiano deste bizarro planeta à beira-Marte plantado...
Peter Wolz, um advogado em representação dos judeus húngaros sobreviventes de Auscwitz & herdeiros, acaba de mover uma "class action", no valor de USD 40 biliões, contra o Governo dos Estados Unidos da América, no Federal District Court of Colombia. A queixa tem por objectivo exigir indemnizações por negligência grosseira das Forças Americanas durante a 2ªGrande Guerra. Segundo aduzem os queixosos, as tais cujas, ao não terem bombardeado providencialmente duas cruciais pontes ferroviárias, permitiram que cerca de 400.000 judeus fossem transportados para o nefasto local.
Entretanto, o presidente Bush, informado pelo Tribunal, parece que já deu uma resposta:

Julgo que o que estará aqui em causa será o crime de "holocausto involuntário por negligência". Um filão que promete.

10 comentários:

Anónimo disse...

40 Bi?!!
Quanto é que 'toca' de comissão para o Bush?

vespa disse...

Caro Dragão
Os seus pais/avós, lutaram contar os nazis? Se sim, veja se não foram negligentes. Se não, pois deviam ter lutado, portanto, não escapará... nem nós...
O bush está à rasca, porque lhe levantaram um processo, porque o avô, segundo parece, ajudou o hitler. Está tão apertado que concorda seja com o que for
Estou curioso para ver quando é que vão levantar um processo contra aqueles que quando o hitler subiu ao poder lhe declararam imediatamente guerra em 1933

proletário disse...

A Judiaria em forma de Vespa (http://vessas.blogspot.com/) já começou a atacar o Dragão…
A seguir vai aparecer o Joshua!!!

Ó Vespa és um assassino de Palestinianos!

zazie disse...

E foi por isto que te impediram de usares aquela imagem do tombadilho como fundo do blogue?

ò Dragão,à abordagem!

vespa disse...

Ó caro proletário (e camarada)

Então eu, que tanto aperto a mão a um judeu, como o pescoço a um palestiniano, sou assassino de palestinianos? Atenção, só para lhes medir a pulsação nas carótidas, não divaguemos para pensamentos obscuros.
Eu que, para não levantar grande celeuma, sempre achei que os palestinianos devem ser financiados só o suficiente para poderem apanhar no côco, é que sou mau? Veja o caro que, desta forma não se sentem tão mal, nem uns nem outros
Eu atacar o Dragão? Só se for para ficar com as azinhas queimadas. Nem pensar nisso. Ir a pé até casa? Arrisco-me ainda a ficar na boca dalgum lagarto... lagarto lagarto.
Caro proletário, não estou a atacar ninguém, tento é ver, se possível, de que lado está a razão. Umas vezes acerto outras erro, etc. Enfim, dou a minha opinião, cínica ou não, mal ou bem, na galhofa ou não, que julgo acertada e honesta

zazie disse...

a mim, a única coisa que me preocupou foi a imagem de fundo do template. E ouvi dizer que te auto-chibaste...

":OP

dragão disse...

É verdade.

zazie disse...

Em começando pelo Bush ainda acabam a morder a cauda... não é por nada.

proletário disse...

«Então eu, que tanto aperto a mão a um judeu, como o pescoço a um palestiniano, sou assassino de palestinianos?»

ó Vespa, esta é boa!
Ainda bem que nenhum Palestinianao ainda não te apertou o pescoço!
ah! ah! ah!
Vivam os Lagartos!
Ontem o Dragão esfumou-se!!!
YES!

Anónimo disse...

É só roubar, usurpar, mentir e matar...

Mas quando estão à rasca os porcos até se fazem de nossos amigos.

Que ricos que eles são! Se deus realmente existir essa escumalha ainda vai ter saudades do hitler.

Uma coisa é certa, com deus ou sem deus, essa escumalha representa e sempre representou a decadência e um dia haverá de se afundar de vez com ela.

Os detritos acabam sempre em decomposição, não escaparão.

HAdes