quarta-feira, março 26, 2008

Mas rezemos...

... para que, tão brevemente, não irrompa outro episódio deste calibre no Youtube. Senão, temo bem que todos estes McDonnald's da justiça, depois do linchamento rápido, ainda passem à restauração da pena de morte.

6 comentários:

vespa disse...

http://www.youtube.com/watch?v=FUPkiDykQXQ
:):):)

vespa disse...

Vá lá. Duas boas notícias.
O IVA vai baixar para 20% em Julho 2008.
O défice baixou de 6,83,56,38,98,??, etc e tal, pois nós até acreditamos, %, segundo o governichador da banquinha da naçinha, para 2,6%. Esta é para mim a melhor de todas, porque a) a U. E. já não nos vai chatear, b) com esta capacidade de gestão, espectacular diga-se, esta ano ainda não, mas para o próximo ano, estou absolutamente certo, convicto aliás, que teremos superavit...

kommando disse...

Equanto isso, aqui na colônia, o professor esfaqueado por um aluno morreu devido a complicações pós cirúrgicas.

Aqui no Brasil, além da da falta de educação e falta de segurança, sofremos com a falência do sistema de saúde.

Penso seriamente em mudar-me para Portugal...

kommando disse...

No vídeo em questão, os alunos fingem que aprendem e a professora finge que ensina.

miguel disse...

Não sei o que se passa com este país.
A cartilha deles é tão previsível...mas funciona,com a colaboração afanosa dos meios de intoxicação social.
A redução do IVA é apenas a resposta da Central de Informação à crise que ameaçava instalar-se com o vídeo pedagógico do Wrestling.
Quando queremos calar os cães atiramos um osso.
Pois bem,este é o osso Socretino que todos os jornaleiros da praça vão roer e deixarão a crise para a próxima trapalhada.
Assim vai a comédia burlesca em Portugal.

vespa disse...

IVA no continente - 5, 12 e 21%
Regiões autónomas - 4, 8, e 15%
Temos o IVA a 5%, para; Flores de corte, folhagem para ornamentação e composições florais decorativas, plantas ornamentais, refrigerantes, criação de aves canoras, ornamentais e de fantasia.
Nem me queria debruçar sobre a questão do IVA, porque foi só para o espectáculo. Baixa-se o IVA de 21%, mas o de 5%, que incide sobre os bens de 1ª necessidade, leite pão, ovos, etc, não.
Também acho que foi só para enganar o pagode. Mas não há vergonha...