quarta-feira, abril 09, 2008

O Olho livre

Enquanto a récua embasbacada, no postal anterior, prossegue os seus zurrados e resfolegantes esforços para tentar decifrar o que lá está escrito, chegam-nos notícias laicas da Dinamarca. Robert Lubarski, um sex-guru e conceituado epistemólogo da quéca, proclama que «ser sodomizado faz bem aos homens». E se no casal homossexual isso já era um dogma de fé, agora, o ilustre Júlio Machado Vaz escandinabo, transpõe a terapia para o casal heterossexual. Para o efeito, recomenda que a mulher se equipe a rigor, com godemiché a gosto, e trate de estimular virilmente o parceiro. Ou seja, pelo esfíncter acima. Ou abaixo, depende da página eleita do Kama Sutra.
Ora, diabos me levem se aqui não está uma ginástica altamente recomendável para todos os laicos modernaços, especialmente a seguir ao lavar da loiça do jantar e como alternativa ao discutir periódico e choramingante da relação.
Até porque a teoria -ou explicação, como diz o Ludovino -, vem devidamente escorada em exaustiva experimentação do investigador e creditada pela inerente validação empírica. Vá, ó engenheiros, deixem-se de obscurantismos e nevoeiros!... Façam como o paradigma. Pela vossa saúde!... Ide massajar a próstata! Essa histeria toda não engana. E como, visivelmente, estais imunes e impermeabilizados contra o conhecimento científico, uma boa dose de conhecimento bíblico, em supositorização reforçada, é capaz de ser a cura.
Já não falando na excelência da conjuntura, pois uma vez que do cinto de castidade fizestes venda, aproveitai tão soberana disponibilidade científica e plantai telescópio no olho cego. Nem hesiteis: nada como integrar o órgão do conhecimento no aparelho do pensamento.
Treme, Cosmos, que agora é que vais perder todos os teus segredos!...


PS: António, é já a seguir a este. Estou só -como se diz na gíria pescadora - a engodar mais um bocadinho.

4 comentários:

Piteco disse...

Nisso os nossos políticos são open-minded. Já começaram a experimentação há muito. Mesmo sem pareceres do Técnico.
Falta agora, como manda o sistema burocrático e socialeiro, que após a concretização do acto se realize o estudo de impacto anal.

kommando disse...

Antigamente o homossexualismo era proibido. Depois passou a ser tolerado. Hoje é aceito como coisa normal. Vou-me embora antes que passe a ser obrigatório.

Anónimo disse...

escandinabo é mt bom

mulher disse...

Só tendes a perder com essa postura de "anal fabetos" . Sei-o por conhecimento empíríco.