domingo, abril 20, 2008

Argumentarium Ad bestias

Exulta um leitor, Darwinista compenetrado, com imensa propriedade:
«O próprio Dragão admite "uma espécie de kung-fu". Ou seja, primeiro partes-lhe a cara e depois, se ele ainda conseguir falar, ouve-se o que tem para dizer. E mesmo aí ouve-se apenas para arranjar justificação para lhe partir ainda mais a cara. O Dragão de facto não é muito de falar, é mais de andar à batatada (...)»

Ora, é sempre reconfortante verificar como os leitores reconhecem e apreciam o nosso esforço.
Tudo isto, bem entendido, enquadrado num conceito/lema que sobretodos prezo: a sova como forma de altruísmo. A verdadeira caridade da bordoada. Uma esmola urgente que tantos lombos pedintes e carenciados reclamam!... Tanta cavalgadura refractária a reclamar picadeiro.

66 comentários:

gambu zinu disse...

-A Terra foi criada em 6 dias

-Todos somos descendentes de um gajo chamado Adão (que terá vivido mais de 900 anos!!!!) e de uma tal de Eva...

-A Terra é plana

-A Terra é o centro do Universo

-O Sol gira à volta de Terra

Quem não acreditar nestas verdades absolutas trazidas até nós pelo Velho Testamento incorre, já se sabe, no pecado gravíssimo de darwinismo.

lol

Felizmente a Igreja de Roma, mais comedida que o Dragão, não condena (nem se afasta) da Teoria da Evolução, pois a forma como surgiu a matéria corpórea não faz parte da depósito de Fé.
A Encíclica Humanis Generis é boa leitura para os mais distraídos.

dr.agnóstico disse...

Como disse Carl Jung:
"As religiões foram organizadas contra Deus"

Sempre na tentativa de nos impedirem, nunma pose um tanto "jacobina", de termos um experiência religiosa/espiritual pessoal. É preciso autoridades centrais, é preciso manter uma hierarquia que mais não fez do que viver às custas de Deus (ou da ideia dele).
Beneméritos, sempre induziram o povoléu a pensar que eles é que detinham o magistério e que eles é que determinam o que é ,ou não, uma vivência espiritual válida.
Tudo fizeram para afastar a instrução (ou, melhor dito, para a manter o mais circunscrita possível), pois que não queriam que ninguém soubesse ler a Bíblia (ou os clássicos da Antiguidade, o horror, o horror!), não fosse alguém ter uma ideia ou interpretação diferente da de suas excelências.
(quando se concluiu que o mundo não só não é plano como também não tem 6000 anos, algo que o comentador anterior esqueceu de enumerar, foi o bom e o bonito)

O que escrevi aplica-se não só ao catolicismo como também ao protestantismo (as fogueirinhas crepitaram na Europa protestante durante muito tempo, embora isso não seja muito difundido).

Leituras aqui:
http://www.wayoflife.org/fbns/
protestant-persecutions.html

e

aqui
http://en.wikipedia.org/wiki/
Anti-Catholicism

e, ainda, aqui
http://en.wikipedia.org/wiki/
Inquisition

onde se destaca
"the Inquisition burned 59 women in Spain, 36 in Italy and 4 in Portugal, while in Europe civil justice put to trial close to 100,000 women; 50,000 of them were burned, 25,000 in Germany, during the 16th century by the followers of Martin Luther."

mais:
http://en.wikipedia.org/wiki/
Albigensian_Crusade

Tudo isto, como é óbvio, para benefício das nossas alminhas e, claro está, em nome de Deus.

dragão disse...

Dr Agnostico,

duas perguntas?

O que é que isto tem a ver comigo ou com o postal?

Como é que sabe, com tão categórica certeza, que foi assim?

Ou seja, esmiuçando: Tem fé na Wikipedia? Acha que a Verdade está na wikipedia? Podemos rezar à wikipedia?
Podemos iniciar novas perseguições, lapidações ou churrascos com base na wikipedia? A wikipedia permite-nos, finalmente, uma experiência directa e liberdadeira com a divindade imarcescível? Esclareça-me, por favor. Neste momento, já estou de joelhos diante do computador.

josé disse...

Dr. Agnóstico:

A Ciência moderna teve a sua origem numa fantasia: a alquimia.

Verdadeiro ou falso?

Se verdadeiro, pode dizer-se que há por aqui rotos a rirem-se de esfarrapados.

Com uma diferença. Um dos grupos, acha-se muito bem ataviado...

josé disse...

Newton , passou mais de trinta anos a tentar mudar o chumbo em ouro.

Alguns, por aqui, tentam o mesmo, com uma nuance de relevo: trasmudar ideias tingidas de falsidade, em expressão da Verdade absolutamente científica.

josé disse...

A Ciência parece-se mais com uma das verdades inquestionáveis do futebol português: o que hoje é verdade, amanhã, pode não ser.

Anónimo disse...

José,

"A Ciência moderna teve a sua origem numa fantasia: a alquimia.

Verdadeiro ou falso?"

Falso.

"Newton , passou mais de trinta anos a tentar mudar o chumbo em ouro."

Hum, porque será que nunca conseguiu?

"A Ciência parece-se mais com uma das verdades inquestionáveis do futebol português: o que hoje é verdade, amanhã, pode não ser."

A ciência não tem "verdades inquestionáveis", por isso não se percebe do que estás a falar.

josé disse...

Quem foi o fundador da Ciência moderna?

Hermes Trismegisto?

josé disse...

Newton não acreditava no Urstoff, como sendo o nome da rosa?

josé disse...

Paracelso, no séc. XVI propôs uma teoria alquímica, sobre a Vida.

Durante muitos anos, influenciou gerações, desacreditando Galiano. Depois foi a vez dele ser desacreditado.

Paracelso era alquimista.

Anónimo disse...

José,

Porque não dizes tu quem foi (ou achas que foi) o fundador da ciência moderna e depois vemos se concordamos. Já agora, podes começar por definir o que entendes por ciência moderna? Talvez isso ajude a perceber-te.

zazie disse...

Eram todos. Aquilo que eles defendem como "teorias materialistas" eram as grandes tradições dos universos como animais vivos e as simpatias entre macro e microcosmos. Muitos escreveram tratados paralelos de magia e outros dedicavam-se à astrologia. Isso no passado.
Na física moderna temos um dos mais loucos magos a criar prodígios de electricidade. E criou-os porque acredita em magias religiosas. Chamava-se Tesla.

Um Nóbel recente da biologia descobriu raças de micro seres fossilizadas. E acreditou plenamente que as via ao microscópio. Desde macaquinhos a casais a dançarem- viu por lá tudo. O que não o impediu de ganhar um prémio Nobel à custa de outros estudos menos estafúrdios.

Chama-se Okamura. A historieta contei-a aqui

zazie disse...

retirar acento no Nobel.

zazie disse...

De resto, o que para aí foi escrito nem tem ponta por onde se pegue.

Não acho que mereça sequer resposta, sob pena de nos sentirmos a debater com criancinhas de 5 anos. O que, como costuma dizer o maradona, dá montes de mau aspecto.

zazie disse...

Mas, o mais engraçado é chorarem tanto por causa dessas boas das heresias, quando hoje em dia têm o que sobrou delas a chagar os cornos com o criacionismo

":O))))

zazie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zazie disse...

Ou seja, na volta, estes científicos ortodoxos, que tanto odeiam desvios, se tivessem vivido em tempos de Inquisição tinham feito o mesmo. Ajudavam a atear. Eram os primeiros a denunciar. Como aliás, o foram, tantos não religiosos ou apenas concorrentes de interesses...

zazie disse...

E continuaram a ser, em momentos de religião ateia.

Os senhores que detectavam tanta doença mental nos opositores políticos eram também científicos de papel passado. Já para não falar nos outros, nos continuadores do Darwin por via Mengele.

E por cá, idem, a medir crâneos a jesuítas ou, mais tarde, a querer internar religiosos em manicómios.

zazie disse...

Se tivesse tempo copiava a quantidade de slogans papagueados e todos iguais. O aspecto que mais me intriga nem tem nada a ver com cientóinice aguda. Mas com esta tendência dos ateuzinhos militantes em se agarrarem a tudo e depois fazerem como a carneirada. Limitam-se a seguir o chefe e balem todos as mesmas balelas.

Até os exemplos que dão e os tiques das frases se repetem. Lá acham que é mais racional andar a rezar a gurus de jornal.

zazie disse...

No caso aqui do Dragoscópio a coisa ainda é mais louca.

Como aquilo é tudo reflexo pavloviano os tipos ouvem a palavra ciência ou algo no género e vá de vir a correr. Se for para usar como pretexto de militância ateia, abancam e sentem-se em casa.

Se não for, nem percebem o que é, só pode ser propaganda inversa dos beatos. E daí desatam a ter alucinações e deitar baba pela boca. Como tem acontecido nos últimos dias.

Devem andar a preparar algum exorcismo de bata branca ao Dragoscópio.

zazie disse...

Quem sabe se não é este o elo perdido do Homo Sapiens Miniorientalis

":O)))))

Anónimo disse...

Zazie agora percebo que não estamos a falar da mesma coisa... não podemos. No "postal" que linkaste para aqui dizes:

"...tendo o espantoso cientista ganho o prémio Nobel de 96 na área de biodiversidade." (referindo-se a Okamura)

Zazie, Chonosuke Okamura venceu o prémio IgNobel (não Nobel) na área da biodiversidade, e foi precisamente pelo trabalho que descreves. Não há nenhum prémio Nobel da biodiversidade. O que se pode concluir, ou és simplesmente desonesta,ou estás a falar de um qualquer mundo paralelo que mais ninguém conhece!

zazie disse...

Então o Okanura não foi Nobel?
A informação recolhi-a nos textos do senhor.

Se ele não foi Nobel mostre-me o que foi. Porque os estudos dele eram nessa área. Se ganhou o Nobel com outro nome de área em nada altera a questão.

Até podia ter ganho o Nobel como Físico ou Matemático. O que importa é que é biólogo e acreditou ver aquela espécie de homem pré-histórico em fósseis.

E fotografou-os, criou genealogias e explicações científicas para uma coisa que não existia. Mas que ele garantia ver. De tal modo que as desenhou. Nada daquele artigo é falso.

Mas sei que a Palmira e outros detestam que se fale nestes exemplos. Preferem meter para debaixo do tapete.

Quanto ao desonesta só se for a tua mãezinha que rouba os clientes.

josé disse...

Então para conseguirmos bases de acordo, teremos primeiro que convergir na noção de "ciência" e "moderna". O que, parecendo fácil, não o será de todo, pelos vistos.

Para mim, lendo outros especialistas que escrevem em revistas de divulgação científica, foi Newton.

Mas já vejo dissonâncias quanto a isso. Portanto...

zazie disse...

E ele recebeu prémio por descobrir aquela anormalidade de ficção?

AHAHAHAHAHAHAHA

Esta agora é que foi a cereja no topo de bolo. O gajo alucionou a ver fósseis com uma espécie de antepassados desconhecidos do tamanho de uma aspirina e este frankenstoino diz que recebeu um prémio científico pela descoberta. o único problema era o nome da área

":O))))))

zazie disse...

Vs. são uma anedota. Hão-de ser uam raça desconhecida de mongos

Anónimo disse...

Zazie, sabes qual é a diferença entre um prémio Nobel e um prémio IgNobel? (eu sei que não sabes, mas é uma pergunta retórica para te por a pensar um bocadinho) Novamente, quando a arrogância se alia à ignorância...

Quanto aos insultos à minha mãe,pergunto-te:alguma vez te insultei? Então porque insultas a minha mãe que nem sequer sabes se ainda é viva?

Anónimo disse...

José, já estamos a chegar a algum lado.Vês como nos entendemos melhor quando somos claros naquilo que dizemos.

Achas que foi Newton o fundador da ciência moderna? Está errado. Diz-me por favor, onde leste isso para eu ver de onde poderá ter vindo o erro.

zazie disse...

aqui Nobel em biologia na área de biodiversidade.

zazie disse...

Eu insultei-te a ti, se quiseres posso insultar-te com mais variantes- o mongo não chega, é?

E insultei porque tu disseste que eu é que era desonesta, ó tolinho de mongo miniorientalis

":OP

aahahaa

O gajo diz que o maluco ganhou prémio por ter descoberto uma espécie de homo sapiens microscópia
ahahahahah
Já me fartei de rir com v.s

zazie disse...

Por curiosidade: também tiveste aulas de biodiversidade em Macieira de Cambra?

Anda por aqui tanto ovo mole à Esteves que não me admirava nada. Esse via UFOs todos os dias mas era muito científico e ateuzinho, graças a Deus.

Anónimo disse...

Zazie, esse link que me enviaste é uma lista dos recipientes do prémio IgNobel, e não do prémio Nobel. Procura no google por IgNobel e vais perceber a diferença.

Eu o do mongo percebi e não me incomodou, até porque é pacífico. Agora "Quanto ao desonesta só se for a tua mãezinha que rouba os clientes." foi claramente para a minha mãe. Também não me ofendeu, está descansada, ofendo-me com pouca coisa, mas indica algumas coisas sobre a forma como te relacionas com o mundo.

josé disse...

Então-e o Newton?

zazie disse...

V.s desconhecem as expressões idiomáticas e lêem-nas à letra. Quando se diz son of a bitch também é à mãe que se está a insultar ou pura e simplesmente uma expressão que com equivalente a fuck you ou algo no género?

São bimbos, que se há-de fazer...

E afinal, o miniorientales foi reconhecido pela Ciência ou não? isso é que importa. E o gajo? como é- usou o famoso Método científico ou não usou para chegar áquelas brilhantes descobertas?

E tudo isto dos calhaus começou com quê? com quem? havia ou não havia crença numa linguagem divina escrita nas pedras? e isso vinha ou não vinha de mitos orientais? E foi ou não foi desembocar na dita Ciência, que v.s acham que é algo acima de todos estes contágios de fantasias?

zazie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zazie disse...

Isto é tudo por decreto: Eles agora andam numa de limpeza. Vá de apagar uns nomes de cientistas e inventar pioneiros, conforme o gosto.

Também andam a lutar por transformarem o léxico científico e ser-se obrigado a chamar lei a uma teoria.

Porquê? que raio de cientismo pode mover gente de uma comunidade que se quer aberta e sujeita a todas as ratificações a alterar nomenclaturas.

Eles já explicaram - para que as pessoas não se enganem e não pensem que essas teorias são meras suposições. Há que chamar lei para se habituarem, por equivalência com a lei jurídica a respeitar o trabalhinho dos "científicos".

Querem maior anormalidade e talibanice que esta?

Anónimo disse...

HAHAHAHAHAHA.

Ok Zazie, primeiro interessava que ele tivesse ganho o prémio Nobel. Agora que percebeste que o prémio que ele recebeu foi exactamente o contrário, um prémio criado para reconhecer má investigação, já dizes que não interessa. E os bimbos são os outros. Zazie, ler as páginas da Wikipedia de relance, não perceber nada do que lá está escrito, e depois deduzir grandes teorias sobre o conhecimento humano e sobre ciência e religião... enfim. Vergonha não é não saber Zazie, é não querer saber. E tu não queres saber, ou melhor, apenas queres saber aquilo que te interessa.

BS disse...

Foda-se ó zazie mas tu paras para pensar?
Críticas atrás de críticas e nem percebe o conteudo do link que indicou ao Anónimo?

Explica lá essa melhor essa do prémio Nobel do Okamura que a gente ainda não entendeu. O prémio igNobel já entendemos contudo.

Mais devagar mulher que assim fazes essas figuras!

Carago!

Anónimo disse...

AHAHAHAHAHAHAH
AHAHAHAHAHAHAH
AHAHAHAHAHAHAH
AHAHAHAHAHAHAH
AHAHAHAHAHAHAH

Não me ria assim há que tempos!

jb

zazie disse...

ok, já me ri. De facto ele foi laureado no gozo.

Resta a pergunta. Mas é ou não é cientista? e estudou ou não estudou tudo isto?

E descobriu o homo sapiens miniorientalis à custa de que método?

Vá. que ri melhor quem ri no fim.

zazie disse...

aqui
E muitos mais
aqui

Ivan o magnífico disse...

«Zazie, ler as páginas da Wikipedia de relance, não perceber nada do que lá está escrito e depois deduzir grandes teses sobre o conhecimento humano»

Foda-se, Zazie, vê s'aprendes! Faz como o Anónimo, lê as páginas da Wikipedia a fundo, que é pra dominares o que lá 'tá escrito e deduzires grandes teorias sobre a ciência e a religião!
Vá, se ele consegue, tu também consegues. Até eu. Vou já para lá. E a seguir atiro-me ao Youtube.

Anónimo disse...

Acerca do post do Dragão:
Como alguém disse e muito bem num comentário a um post anterior Ken lee tulibu dibu douchoo.

Acerca do Newton e da alquimia (jose):
Mas a ciência não nasceu da necessidade de perceber o que nos rodeia? Se nunca se tivesse experimentado coisas que hoje parecem idiotas ainda nem sequer tínhamos saído do saber grego já que eles não alinhavam muito em experiências era só cabecinha a fumegar. Depois cresceu e evoluiu. Não vale bocas sobre Darwin aqui.

Quanto ao premio igNobel do Okamura (zazie):
Sem comentários.

Quanto ao Okamura ser ou não cientista(zazie):
Prova que a ciência funciona. Não se põe (tenta-se não por) de parte à partida qualquer ideia que parece absurda. Mas essa ideia tem de passar por alguns "filtros" e se não passar é porque era mesmo absurda. Eu sei que aqui gozam com esta da ciência e dos filtros mas estejam à vontade.

Cientóino

zazie disse...

Não prova nada disso. Por acaso já tive boas conversas com cientistas acerca do assunto. O que prova é que o factor imaginativo é muito grande.

Isso sim. E prova que em tempos mais recuados, a fantasia facilmente se transformava em magia.
E não se entende as grandes descobertas do Leonardo da Vinci sem se perceber que existem "vasos comunicantes" entre uma "ars" e uma criatividade de descoberta. A imaginação científica tem um papel muito maior do que a ideia que estes idiotas positivistas transmitem.
Porque, a grande estupidez desta militância é ir buscar critérios do século XVIII, ao Comte. Isto que por aqui anda é variação primária do positivismo comtista.

O Tesla tem frases espantosas sobre o assunto.

zazie disse...

«The scientists of today think deeply instead of clearly. One must be sane to think clearly, but one can think deeply and be quite insane»

Conhece a vida dele? sabe a loucura das crenças que ele tinha? e sabe as descobertas espantosas que fez?

Então? onde é que está esse famoso método científico que impedia juntar-se loucura com ciência e com magias ou religião?

Anónimo disse...

"ok, já me ri. De facto ele foi laureado no gozo."

Salutar rires-te disso, significa que levas na desportiva. Ninguém aqui está a gozar contigo ou a diminuir-te a ti como pessoa. As perguntas que fazes a seguir são mais relevantes.

"Mas é ou não é cientista? e estudou ou não estudou tudo isto?"

Ele pode estudar o que quiser. Também há quem estude a pressão gerado num intestino de um pinguim durante a defecação (outro prémio IgNobel), ou quem se dedique a fazer ressonâncias magnéticas a casais durante o coito, ou até a estudar a existência do monstro de Loch Ness. A questão não é de todo essa, a questão é sempre a validade dos resultados e das interpretações desses mesmo resultados.

"E descobriu o homo sapiens miniorientalis à custa de que método?"

Não sei Zazie, e o problema é mesmo esse, ninguém sabe. Ninguém nunca analisou as pedras de forma independente, e o Okamura neste momento está reformado e ninguém o consegue contactar (ok ok, eu nunca tentei ligar para ele, mas também nunca fui álua confirmar que ela não era feita de queijo; temos que nos entender neste ponto). Se calhar Zazie, as pedras são genuínas, situação em que teríamos que rever de forma drástica a nossa visão da evolução, mas tanto quanto sabemos, aquelas pedras podem até nem existir. O importante é explicar como se chegou lá para poder ser avaliado de forma independente se é a forma mais correcta ou não, e se repetirmos os passo novamente noutro local feito por outra pessoa,o resultado é igual. Podes dizer que isto é repetir as mesmas coisas, mas em essência é isso que a ciência é. O facto de eu repetir várias vezes que o teu nick é Zazie torna isso falso? Não, da mesma forma que repetir que a Lua é feita de queijo muitas vezes não o torna verdadeiro.

"Vá. que ri melhor quem ri no fim."

Isto não é uma competição. Embora haja pessoas que se sentem superiorizadas por terem razão, não quer dizer que sejam efectivamente superiores. Não podemos confundir ciência com a prática da ciência. No fundo somos apenas pessoas imperfeitas que nos enganamos muitas vezes. Exigir perfeição a uma pessoa só porque estuda as coisas com um método pretensamente científico é por a carroça à frente dos bois não achas?

zazie disse...

aqui

Agora uma coisa tenho a certezinha. Nenhum de v.s é cientista. Estão a anos luz disso.

zazie disse...

V.s são mesmo um grupinho excursionista de toinos e até até estão a dar um tiro no pé da dita ciência, com estas partes gagas que vieram para aqui fazer.

Anónimo disse...

Ivan, o magnífico,

Não costumo recorrer à Wikipedia. Peço desculpa por te desiludir. No caso concreto o recurso à Wikipedia tornou-se bastante irónico, pois a Zazie estava a dar como referência uma fonte onde dizia precisamente o contrário do que ela estava a dizer. Não foi nada de especial, foi só uma ironia engraçada.

Entendido?

zazie disse...

A única coisa que incomoda é esse tribalismo. Parecem doidos a correrem atrás uns dos outros mal imaginam que pode haver religião escondida.

Carago. Sempre foi assim em toda a parte. São fanáticos e andam sempre em bando. Basta ir lá ao Diário Ateísta para se ficar com uma ideia da insanidade e estupidez que aquilo atrai.

E não digo que o fanatismo religioso não faça o mesmo. Digo é que são a outra face da mesma moeda.

Entre estes endemoninhados e os reverendo-coisos, à Jesus Camp, venha o diabo e escolha.

Já escolheu. De vez em quando lá aparece uma seita que os junta e o resultado costuma ser previsível- quando não dá suicídio colectivo dá BOUUUUMMMM!

zazie disse...

E falam sozinhos com eles próprios...

são malucos

":O?

Anónimo disse...

Não sei se sou cientista Zazie. Na verdade, nem sequer sei o que é um cientista. Mas tu, pelos vistos, sabes exactamente o que isso é. Podias-me explicar por favor? É que eu gostava imenso de saber.

zazie disse...

Cá prá mim foi o Estebes que ressuscitou e vem com ninhada...

Só pode... Esse era tão louco que nem o bode esperança o aturou

":O/

zazie disse...

Tu precisas é de enfiar um cacete por esse cu acima, minha putona, que já cheira mal tanta imbecilidade junta.

zazie disse...

Verdade se diga que com esta receita não vai ficar a cheirar melhor.

Vou-me por a andar, quanto antes

":OP

Ivan o magnífico disse...

«Não costumo recorrer à Wikipedia. Peço desculpa por te desiludir.»

Não, ó Anónimo,calma aí: tens que pedir desculpa é por me iludires. Porque eu já estava todo iludido aqui a absorver a Wikipedia de fio a pavio e afinal é falso alarme.
Ora chiça!
Então faz-se como?
Eu também gramava ser capaz de deduzir grandes teses sobre o conhecimento humano.

Anónimo disse...

"Tu precisas é de enfiar um cacete por esse cu acima, minha putona, que já cheira mal tanta imbecilidade junta."

Vejam o género de pessoa com quem estiveram a perder o vosso tempo.
Arrogante,ignorante,convencida e com esta elevação toda.
O Prof já me tinha dito que ela não regulava e era do mais baixo nível.

Anónimo disse...

Sim, parece que sim. É bastante óbvio que há aqui qualquer problema. É pena Zazie, porque até tens potencial. Tem um resto de vida bom e não stresses tanto, vais ver que és mais feliz.

zazie disse...

O Prof já te tinha dito que ela era do mais baixo nível?

Conta lá que Prof é que te disse isso, já que não há Prof nenhum das vossas bandas que me conheça de parte alguma.

Agora fiquei curiosa. Quem é o Prof (assim com maiúscula) que vos orienta nestas tribalismos virtuais?

Ora diz lá. Por aqui Profs frankenstoinos a orietarem mongos só conheço o Fiolhais e o Murcho.

E estes sim, a estes já fiz gozo no meu blogue, uma vez que nem vale a pena comentar nada lá na toca que é tudo censurado.

Qual foi a vedeta que vos orienta?
e é orientação à borla, virtual, contra pessoas que eles nem conhecem de parte alguma?

Eu ao menos gozo nas calmas e linko-os nas calmas. Mas não oriento crias para a agit prop.

Bota lá o nome do Prof que tão reverencialmente até escreveste em maiúscula.

zazie disse...

Esta agora teve piada. O puto descoseu-se...

Foi orientado por um Prof que o advertiu dos perigos de uma zazie do Cocanha

ahahahaha

":O))))

E andam aqui na blogosfera por orientação de Profs

zazie disse...

É claro que o Prof não pode ser o André Esteves, Porque esse é prof e de tal modo louco e ordinário que até acabava por ter piada. Tinham de ser os deles a segurarem-no.

E esse saiu do Diário Ateista e nunca mais andou por aí a estrebuchar aquelas loucuras pornográficas contra irmãs Lúcias.

Por isso restam dois Profs de jornal.

E era tão engraçado eu fazer mais uma charge de farófias a um deles.

josé disse...

É um Prof. de Ciência?

Então é um cientista, carago!

Teremos um homocientificus, por aqui, em casulo de anonimato?

Anónimo disse...

Como é que ainda passam cartão a esta zazie é que me faz confusão.

Junior

El Greco disse...

Também acho,não percebo o tempo que se perde com a insignificante criatura.

zazie disse...

Vejam lá, vejam lá... andam aqui a perder tempo com a insignificante criatura e amanhã o Professor ainda lhes ralha por não terem feito o TPC...

Olhem que ele sabe de tudo o que v.s fazem...

E não é murcho nem toma de conta de bibliotecas, não. Há-de ser mais Professor von Enkrespado

Anónimo disse...

Dass, isto e lindo..serio, o dragao deve se rir as bandeiras despregadas com esta merda...

A Zazie devia levar o premio de boba da corte, ou entao nao porque o dragao ate tem bom coracao e nao tem por habito bater em ceguinhos.

PS:Agora vou vestir o meu colete a prova de bala antes que essa "senhora" apareca por aqui.

PS2:Podes insultar a minha maezinha a vontade que eu nao me importo.