sábado, novembro 24, 2007

Ultra-negacionismo

Governo alemão adere ao negacionismo: «Finance Minister Peer Steinbrück said in Jerusalem Thursday that Germany had no plans to renegotiate a Holocaust reparations deal signed with Israel in 1952.»
E é o tipo mais hediondo de negacionismo: pior que negar o Holocausto, os alemães negam-se a pagar mais indemnizações pelo Holocausto. Convenhamos, bem mais grave que ir-lhes à "memória" é ir-lhes ao bolso. Doi sempre mais quando é no coração.

4 comentários:

Anónimo disse...

Eu não sabia que a Alemanha tinha um acordo com Israel sobre indemnizações? Também não sabia (estúpida ignorância a minha) que a Alemanha alguma vez tenha estado em guerra com Israel ou feito mal aos seus cidadãos?!
Eu também não sabia que o estado de Israel já existia antes de 1945!?

A.H. disse...

Ninguém sabia!

Eu também não sabia que já tinham apresentado as provas científicas do dito holocausto.

Muito menos sei, de compensações que os judeus bochevistas "russos" tenham pago aos poucos sobreviventes das dezenas de milhões de mortos de fuzilamentos e dos gulags soviéticos contorlados pela polícia judia de stalin.

Dom Carlinhos disse...

O meu avô era um perigoso monárquico que limpou o sebo a uns quantos republicanos.

Os netinhos dos republicanos que me venham cá pedir batatinhas, que levam a mesma resposta que o meu avô deu aos deles...

Acoral disse...

"Doi sempre mais quando é no coração."

:)