quarta-feira, novembro 14, 2007

Com corrente e cadeado

Por incumbência, primeiro do B.F.S e em segundo de outro César -neste caso, o David Sousa -, aqui fica o meu contributo para a corrente.

Página 161, 5ª frase completa (ou coisa que o valha) de "Os intelectuais na Idade Média", de Jacques Le Goff, reza o seguinte:

«Se resistis à autoridade secular, mesmo quando os seus detentores são infiéis ou perversos, incorreis na condenação eterna [...]»

Aproveito para dizer que vem esta curiosa frase a propósito da "concepção positivista da vida social como condutora ao direito divino da ordem estabelecida" e é oriunda do clã Dubois-Nogaret. Estava-se no reinado de Filipe o Belo, na viragem do século XIII para o século XIV. O Monstro frio acordava.
Segue a corrente para a Margarida, o F.Santos e o Carlos (este, a ver se acaba a manutenção).

5 comentários:

Anónimo disse...

Filipe o Belo não é o "patrão" de Clemente V? Os dois gajos que quase destruirão a Igreja Católica Romana, mais o seu Papado Fraciú... Juntavam-se os mitónamos, os templários, os reformistas e os jesuítas e fazia-se sobre isso uma bela convenção...

ROFL

Mai o Dinis e a sua corajosa mulher...

lusitânea disse...

«Se resistis à autoridade secular, mesmo quando os seus detentores são infiéis ou perversos, incorreis na condenação eterna

FELIZMENTE QUE TENHO MIOLOS AINDA NÃO SUJEITOS A LOBOTOMIA OBRIGATÓRIA PELO QUE ESSA DE NÃO RESISTIR COMIGO NÃO PEGA.NO MEIO DE TANTOS FP O QUE APETECIA ERA MESMO ENTAR PELA "PODA" NA FLORESTA.

F. Santos disse...

Já é o segundo ilustre blogador que me desafia. Resposta logo à noite no meu tasco.
Abraço.

Lusgon disse...

"Igreja diz que a Terra é achatada, mas sei que ela é redonda, porque vi a sombra na Lua, e tenho mais fé numa sombra do que na igreja".
Fernão de Magalhães

F. Santos disse...

Meu caro Dragão, já respondi ao desafio:
http://linha-horizonte.blogspot.com/2007/11/corrente-aleatria.html
Um abraço.