terça-feira, outubro 03, 2006

Ciber-Pedofilia



Entretanto, os fenómenos bizarros prosseguem a bom ritmo. A esta velocidade, ainda me vejo constrangido a mudar o nome do blogue para "Blogue do Incrível".
Desta vez é um Congressista americano, em Abril de 2003, a ter ciber-sexo enquanto aguardava pela votação de uma importante lei - a "Emergency War Time supplemental appropriations".
Como relata a ABC News:
«ABC News now has obtained 52 separate instant message exchanges, which former pages say were sent by Foley, using the screen name Maf54, to two different boys under the age of 18.
This message was dated April 2003, at approximately 7 p.m., according to the message time stamp.


Maf54: I miss you
Teen: ya me too
Maf54: we are still voting
Maf54: you miss me too

The exchange continues in which Foley and the teen both appear to describe having sexual orgasms.

Maf54: ok..i better go vote..did you know you would have this effect on me
Teen: lol I guessed
Teen: ya go vote…I don't want to keep you from doing our job
Maf54: can I have a good kiss goodnight
Teen: :-*
Teen: 'Kiss' »

O Congressista em causa, demitiu-se sexta-feira, em consequência do escândalo que, recentemente, eclodiu.
Claro está, em véspera de eleições, toca de esquadrinhar e expor em hasta pública todos os podres.

2 comentários:

JMS disse...

É lamentável que, no país onde se inventou o perigoso slogan "make love not war", ninguém perceba que esse congressista devia ser medalhado por ter conseguido demonstrar, patrioticamente e em pleno exercício do seu dever cívico, o arcaísmo dessa oposição entre o amor e a guerra. Só numa nação em ruptura com os seus valores ancestrais de bravura militar é que pode passar despercebido o alcance filosófico e estratégico do exemplo dado pelo congressista Foley.
Por isso, desde este cantinho europeu, onde ainda há quem compreenda a contiguidade (diria até, a identidade) entre amar e matar, o meu voto de solidariedade para com Mr. Foley.

Acoral disse...

Mundo dirigido por paneleiros/lésbicas e pedófilos, só pode resultar na merda em q está!