sexta-feira, fevereiro 15, 2008

Humor científico


Entretanto, os cientistas procedem a mais uma mirabolante descoberta:
Cada vez me convenço mais que esta ciência hodierna ricocheteia (ou serve de bola de squash) entre o óbvio e o obtuso.
Porém, hilariante mesmo é a brilhante conclusão que retiram desta retumbante e originalíssima descoberta: congratulam-se por poder muito bem vir a ser útil para a gestão de desastres. Alguém os informe que, até hoje, tem sido determinante é em provocá-los, não raramente, sobretudo nos últimos cem anos, ao nível de catástrofes de magnas proporções. Ainda agora andam nisso.
A sério, pergunto-me se a ciência não será uma forma perversa de humor.

4 comentários:

Diogo disse...

«A sério, pergunto-me se a ciência não será uma forma perversa de humor.»

Tanto não é, que ainda há muito carneiro agradado com Sócrates. E não falo só da Opus Gay.

Anónimo disse...

Com um pouco de sorte e alguns subsídios, ainda vamos ver os cientistas a descobrirem a roda!
Xico

Zé do Telhado disse...

Eh,eh,eh,eh!
Os gajos enfiam a cornadura nos gabinetes e laboratórios e depois perdem completamente a noção de onde estão e onde vivem.

Um @bração do
Zé do Telhado

sociólogo disse...

Ainda vamos, não só descobrir a roda mas explicar como e porque é que ela roda, mas também analisar os impactos ao nível das infra-estruturas económicas e o seu significado para o surgimento de sub-culturas metropolitanas basculares :)