sexta-feira, fevereiro 15, 2008

Duma lógica cristalina


Houve um sujeito, político e governante famoso, que disse o seguinte:
«As ideias são mais perigosas que as armas. Não permitimos que os nossos inimigos tenham armas, porque raio havemos de permitir que tenham ideias?»
Aposto que não adivinham quem seja. Mas que há uma dose de arrepiante verdade no argumento, isso é difícil negar. E o pior é que não é apenas uma verdade de índole meramente teórica ou retórica: por regra, é uma realidade, mais ou menos ostensivamente, praticada neste mundo.
Sendo que os mais venenosos e tóxicos talvez não sejam aqueles que a praticam duma forma crua e aberta.

3 comentários:

Joana A disse...

E do Stalin, nao e?

zazie disse...

è mesmo uma perversa e grande verdade.

dragão disse...

Cara Joana,
foi de facto o Zézinho Stalin.