sábado, abril 07, 2007

O Circo Louçã

Num país, e num tempo, em que, cada vez mais, os políticos profissionais emulam os palhaços, não nos devemos surpreender que os palhaços profissionais emulem os políticos. O resto decorre por arrasto: da mesma forma que os políticos, ao fazerem palhaçadas, tentam fazer-nos crer que é política, os palhaços, ao armarem politiquices, tentam fazer-nos crer que é simplesmente humor.
O resultado é a pobreza e a mixórdia do costume: nem os políticos fazem política, nem os palhaços fazem humor. Ambos, única e apenas, tentam fazer de nós parvos.
Mas depois não se admirem se nos der para a "parvoíce".

6 comentários:

A.H. disse...

Exactamente caro Dragão!

Neves disse...

De facto a esquerda beta do Bloco é terminantemente risível (e os políticos em geral desta "nacinha" também o são); o dr. Louçã diverte a populaça (mas nenhum cidadão sério o leva a sério). E quanto à imbecilização da nossa sociedade, descer mais baixo julgo ser impossível; basta aferir que o país parou à conta de um concurso patético, que mostrou o quão analfabeto o povo português é (of course que me refiro ao "circo" montado pela sra. Maria Elisa).

Arrebenta disse...

Agora, há uma nova verdade:
O motorista do Sócrates esperava por ele, à porta da "Independente", enquanto ele estava nas aulas.

http://dn.sapo.pt/2007/04/07/ tem..._diplomas_.html

Motorista dele, ou do Estado?
Que faziam um motorista e uma viatura do Estado, à noite, à porta da Universidade "Independente"?...
Quem pagava?...

Ele -- Sócrates -- ou... nós?...

Anónimo disse...

Despudor completo este circo da “nacinha”
pago por todos nós, a bem ou a mal, e
ordenado pelo voto democrático
“nacinhalizado, nosso”!
Boa Páscoa.
takitali

Anónimo disse...

Isto é que é poder de síntese!
Uma Páscoa com muitas amêndoas é o que de mais tradicional me ocorre desejar-lhe nesta quadra festiva.

Anónimo disse...

È verdade, essa dos bixanos tinhosos...a voz do rebanho!