domingo, abril 22, 2007

Ridendo castigat mores

O meu último contributo para o assunto. Por agora...
Nos meus tempos de catraio, lembro-me bem, era corrente uma expressão que muito me fascinava: "Doutor da mula ruça". O vulgo usava-a - e penso que ainda usa - para designar um qualquer badameco que se dá ares de importante, um charlatão notório e reconhecido.
Pois bem, acho que é tempo de enriquecer o património idiomático da Língua Portuguesa, esse portento, adicionando ao lendário "doutor da mula ruça" o "engenheiro da mula rosa".

E entre a mula rosa do engenheiro
e a mula ruça do doutor
se o que pesquisais é a diferença,
(para além da cor e da carga burgessa)
é que a do doutor tinha mais cabeça que o dono,
mas a do engenheiro, pantafaçudo cromo,
leva o rabo no lugar da cabeça.

5 comentários:

Anónimo disse...

Ó caro dragão, será que estou sujeito a ser engavetado se for apanhado com uma cópia do seu livro!?

Legionário

Anónimo disse...

Nunca se sabe. Se os tipos apreenderam o Orwell, então ninguém está seguro.
Pelo sim, pelo não, já comecei a queimar os Tintins e enterrei a colecção completa do Asterix em lugar seguro: aquilo trresanda a xenofobia e incitamentos à violência!... :O))

Dragão

F. Santos disse...

Bolas, será que os CTT me vão fichar, a mim, pobre e incauto adquirente do opus 1 labarédico?

Anónimo disse...

inginheiro da mula ruça,
onde tens a carapuça
que enfias
oh inginheiro?

não tens o título que ostentas,
quando no parlamento te sentas,
tem vergonha
oh inginheiro!

usa o título com cautela,
que a vaidade canta bela...
mas cautela,
oh inginheiro!

não te enredes nisto tudo,
que perdido por um canudo
é ser tó-tó,
oh inginheiro!

inginheiro da mula ruça,
inda é tempo, sê verdadeiro,
caga no título
oh inginheiro!

zazie disse...

ahahahahha