sexta-feira, janeiro 06, 2006

Tranquilizando uma Avestruz



Interpela-me, uma digníssima leitora anónima, nos seguintes e belicosos termos:

«Se a sua existência é somente para incomodar aqueles de quem não gosta então deve ser uma pessoa muito infeliz. Normalmente o que as pessoas fazem é tentar esquecer o que não gostam. E o Dragão de que é que gosta além de mulheres com seios grandes? »

Cara leitora acidental,

Supérflua, há-de convir, essa sua pergunta; como é óbvio, além de mulheres com seios grandes, gosto de mulheres com seios médios, com seios pequenos e até com seios descomunais; gosto de loiras, morenas, ruivas, gosto delas todas, de preferência, altas, esbeltas, difíceis; e, sobretudo, gosto de mulheres com alma lá dentro. Quanto mais diferentes dos homens, melhor! Fascinam-me as mulheres mulheres. Encanta-me o meu oposto. Detesto espelhos e projecções umbilicais e, mais ainda, punhetas assistidas. Portanto, das duas uma: ou a cara amiga se sente com sorte, preenchedora dos requisitos e vem solicitar-me um formulário de candidatura, ou está apenas num daqueles dias do mês, turva de hormonas assassinas, e, à falta de marido ou coisa que o valha, desendocrinou pelo primeiro guiché que apanhou a jeito.
Pelo teor preambular da sua pergunta, bem como pelo aroma dos diálogos subsequentes, vai perdoar-me, mas eu inclinar-me-ia mais para a segunda hipótese. Donde se intui que, claramente, veio bater à porta do blogue errado: o Murcon é mais abaixo, bastante mais abaixo. (Ou mais acima, depende do hemisfério donde me contempla, amnésica; afinal vivemos num planeta redondo).
Em todo o caso, se nenhuma das anteriores lhe quadra e embirra em fantasiar-se de Joana d'Arc, acometendo o pérfido Dragão, prenha de instintos suicidários, eu dir-lhe-ia, com alguma ternura, que sendo eu uma criatura infeliz, em proporções cósmicas, incapaz de me atordoar ou anestesiar com drogas ou telenovelas, sou ainda mais uma besta relutante: não bato em donzelas. Muito menos nesse estado esperançoso.
Claro, talvez pudesse sugerir-lhe que, para efeito de batalha campal, me enviasse o seu marido (ou comprometer-me a aguardar a pé firme, pacientemente, até que aparelhasse um). Mas, de todo, não me parece boa ideia. É mais que certo que estaria imunizado, sobrecalejado, o infeliz. Aturando-a, a si, por contrato, não vislumbro que torturas verbais mais dolorosas lhe pudesse eu inflingir.

Oxalá este meu lado simpático constitua lenitivo bastante aos seus fornicoques, sustos e climatérios certamente passageiros. Feriria os meus princípios chegar ao ponto de ter que vir, um dia, a redarguir-lhe, por exemplo, que só um olfacto treinado num hálito como o seu poderia reconhecer, tão prontamente, um flato como o meu.


Um bom 2006 para si.

Dragão

25 comentários:

Necas disse...

Eu gosto de maminhas que caibam nas minhas mãos

zazie disse...

e isto é o Dragão, porque se perguntarem ao Caguinchas do que gosta aposto que até anãzinha perneta era capaz de marchar ":O))))

mas isto são mesmo assuntos de homens. Se há coisa em que não me atrevo a meter é em tricas de mulheres- antes enfrentar uma matilha de lowlanders ou de ateuzinhos fanáticos ":O)))

Anónimo disse...

Dragão, não se leve tanto a sério. De toda a maneira eu prefiro homens como o Necas.

Anónimo disse...

becas, já reparou que o seu comentário revela alguma coisa acerca do tamanhinho das suas mãos?
não leve a mal, apeteceu-me meter-me consigo... (só espero que a anónima que acima comenta não fique a pensar que eu lhe quero tirar o lugar na fila).

morggie

Anónimo disse...

Anónima de cima, não é becas é necas.

Anónimo disse...

e acha que eu não sabia???????

:))))
morggie

Anónimo disse...

Morggie,
Por acaso pensava que você era daquelas pessoas muito distraídas.

Dragão,
Prometo que nunca mais digo que o Dragão dá bufas malcheirosas. Amigos outra vez?

zazie disse...

aqui está outra coisa que nunca entenderei... como é que alguém que assina Anonymous insiste que é do género feminino...

enfim... até já há provedor de género neutro nos jornais, não é?

":O.

zazie disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
zazie disse...

assim como assim antes um becas ":O)))

dragão disse...

Cara anónima, se me conhecesse melhor, saberia que eu estimo a crítica. Portanto, critique à vontade -é sempre bem vinda -, mas tente ser criteriosa. Por exemplo, ofende-me que diga que eu dou bufas. Eu não dou bufas, dou peidos. Há todo um mundo de diferenças. O vitupério, penso eu, não é incompatível com o rigor.
Quanto a sermos amiguinhos, está agora mais difícil, bem vê; mas apenas porque, a cara amiga, já tornou pública a sua predilecção pelo "Necas-Mãozinhas". Desculpar-me-á, mas eu não sou muito de ménages...

P disse...

Metem-se com o fogo... Grande, grande Dragão.

Anónimo disse...

Pronto, então volte lá à sua caverna que eu vou ver se encontro o Necas. Bye.

MP disse...

AHAHAH :))

maria_arvore disse...

Este post devia constar num manual de bem escrever português bem como naqueles livros de etiqueta, na secção de como enviar alguém para todas as partes possíveis de forma elegante.

Contudo, há uma coisita machista que desmerece: atribuir a falta de inteligência da senhora ao período ou à falta de cópula.

Sílvia disse...

Mas, afinal, quem é o verdadeiro dono deste pasquim? Bolas, estou farta de viver num país de pasquineiros...

Pouca Inteligência disse...

Que bem que se fala de falta dee inteligência por estes lados...

zazie disse...

porque é que um défice hormonal é sinónimo de machismo?

essa agora... será que para se ser anti-machista também se tem de negar as especificidades do corpo feminino?

zazie disse...

especificidades...??? eu escrevi especificidades....?

pÔôô....":O.

Anónimo disse...

maria_árvore,nao achei que o dragão atribuísse ao período ou à falta de cópula a falta de inteligência da senhora, mas sim uma certa irritabilidade. coisas de vida e de muitas mulheres (alguma irritabilidade e, às vezes, bem mais do que isso, durante o período menstrual); a falta de cópula, existindo da mesma o desejo, a urgência,"irrita" homens e mulheres. isto digo eu, no meu simples entender. nao será assim?

morggie

Sílvia disse...

Ó simplesmente morggie, baza meu!... Desaparece! Ouviste?!... Desaparece!... Irra!...

Anónimo disse...

ó sílvia, tão sagaz! o aninhas e o conchita, que resolveram vir aqui comigo, dar uma espreitadela, também ficaram embasbacados! quanto ao "convite", será melhor fazê-lo quando estiver em sua casa...pena que eu não tenha tempo para passar por lá!
ai, ai! o conchita, com o seu sangue tão español, está para aqui a gritar-me que eu devia levar a coisa a peito e resolver consigo este assunto "de imediato, en la arena de una plaza de toros". mas eu já lhe expliquei que não me dá jeito ir agora buscar o meu magnífico traje de luces.quanto a farpas, ando sempre com algumas de reserva.
passe bem!
morggie

TR disse...

Creio que a coisa é muito simples: quem não tem nada para dizer e/ou se sente incomodado, retira-se.

TR disse...

Faço uma pequena/ grande correcção, o que eu queria dizer era o seguinte: Creio que a coisa é muito simples: quem não tem nada para dizer e/ou se sente incomodado, ou fica calado, ou retira-se. Assim é que deve ser!

mc disse...

aahhh...ganda Dragão!!! adorava experimentar essa tua lingua de fogo!!