terça-feira, janeiro 03, 2006

Delirium bloguens




Vou tentar ser sintético.
Pela segunda vez, por esta altura do ano, há bloguistas que me chamam nomes. Enumero os casos mais recentes:
Depois do Altino, após ingestão imoderada de cogumelos alucinogéneos, me ter catalogado como "blogger do Ano" (Deus vos guarde e a mim também), vieram também
1. O Patrick, no Anjos e Demónios", e, sob o frondoso efeito de LSD, atribuiu-me o óscar do "Mais diabólico";
2. O Zecatelhado, no Tadechuva II, e, algures entre a 23ª e a 24ª super-bock (fora os whiskies), condecorou-me como "O mais ousado"
3. Por fim, o FG Santos, no Santos da Casa, e, desgovernado por sabe Deus que estupefaciente, louvou-me por "Serviços à Língua Portuguesa".


Ora, que posso eu dizer? São pessoas que eu tinha por equilibradas, sensatas, civilizadas e dignas (excepto o Altino que é benfiquista). São bloguistas entre os melhores, espadachins elegantes do verbo e, ao contrário de mim, escultores aprumados da ortografia. Quem poderia imaginar um tal descalabro? Eu, pelo menos, nunca o imaginaria.
Por dever de cortesia, e também porque são pessoas que considero, agradeço a boa vontade, mas lastimo a pública delusão, tanto quanto a momentânea ausência. E desculpo, apenas por atenção ao estado alterado dos difamadores.
Este blogue, com uma dose cavalar de calmantes, até se pode ler, admitamos que sim; mas não é, de maneira nenhuma, local que se recomende a ninguém. E muito menos que se premeie. É pelo menos com essa honesta intenção - movido dos mais ignóbeis propósitos, arredio de toda e qualquer decência - que eu o patrocino e desenvolvo. Nisso, aliás, concentrando todo o meu parco talento e tenaz esforço. Pelos vistos, um raio me parta!, não com os frutos desejados. Registo o fracasso. Por um lado, deprime-me; por outro, espicaça-me. Esforçar-me-ei mais, doravante. Esperem só...


PS: Aproveito para informar que foi a última vez que tentei levar isto na desportiva. Aos próximos falsos testemunhos e difamações deste jaez, reagirei violentamente. Façam um grande favor a vocês próprios: nesta matéria, sempre que vos der para balanços, permanecei sóbrios. E, já agora, conscientes.

5 comentários:

F. Santos disse...

Não sei se é por falsa modéstia, se por inconsciência da sua capacidade prosadora, se por ser simplesmente "dragoscópico" que o meu amigo não reconhece o seu próprio mérito e ainda atribui virtudes hiperbólicas aos seus humildes elogiadores.

patrick blese disse...

ehehehehehe!

JSM disse...

Caramba Dragão, aceite lá os elogios. Não seja vaidoso.

Zecatelhado disse...

Ó meu correligionário clubista:
1º: Aqui o seu Zecatelhado detesta cerveja;whiskie gosta, mas jura que não bebe de manhã.
2º: Essa modéstia só lhe fica bem e nem eu esperava outra coisa.
3º: Para terminar em beleza, tome lá mais um abraço deste seu amigo, pois fique sabendo que não retiro uma vírgula ao seu mérito.

Zecatelhado

Lowlander disse...

Rejubilo e consternacao:

O Dragao foi considerado blogger do ano, lamentavelmente nenhuma mencao foi atribuida a Revista Maria...

Nota: Esta posta paga direitos de autor ou posto de outra forma, afinal o cuspo tambem confirma as teorias da gravitacao...