terça-feira, agosto 30, 2005

Os interesses e os apetites

Há uma ladainha muito em voga, espécie de muleta retórica em certos departamentos, que consiste em louvar, enaltecer e privilegiar, para tudo e mais alguma coisa, os "interesses dos indivíduos". Ora, isto, no mínimo, denota uma forma de pensamento bastante rudimentar, basicamente juvenil e fantasiosa. Atribuir interesses a indivíduos é imaginar unicórnios. Interesses têm os estados; os indivíduos, as pessoas, os consumidores, ou o que raio queiram chamar a esta gleba hodierna, têm apetites.

4 comentários:

MP-S disse...

O' Dragao, mas nesses mesmos departamentos, concerteza se faz a distincao entre os que teem interesses e os que apenas teem apetites! E e' claro que os primeiros sao em muito menor numero, constituem uma "elite", enfim. Como ves, nao e' uma forma de pensamento nada juvenil.... senao na aparencia, apenas na aparencia....

dragão disse...

Trata-se, ó MP-S, que, em certos casos, dos chamados "indivíduos SA" ou equivalente, os apetites são de tal modo exacerbados que acabam por se confundir e substituir aos interesses. Mas isso é no mundo real. Ora, eu estava apenas a referir-me ao mundinho de fantasia, a disneylândia das nossas "Alices-liberais na teoria das maravilhas".

Anónimo disse...

os indivíduos, as pessoas, os consumidores deveriam deixar de ser tão egoistas e começar a pensar um pouco mais em si mesmos...LOL

Anónimo disse...

hey nice posts i added you to my bookmarks

Just wanted to say everything you posted was a good read.
Its nice too see that some people create decent and entertaining blogs, yours kept me reading for well over 10 minutes.

Thanks!