sexta-feira, agosto 24, 2007

O Eclipse total do sol





O requinte desta argumentação, oriunda dum prodígio mental que dá pelo nome de Miguel Portas, não deve minimamente espantar-nos. Afinal, estamos a falar dum deputado europeu.
Não obstante, a bem da verdade e do rigor científico, passo a expor uma lista de "gestos espectaculares" que não seriam, de facto, um ataque à propriedade do agricultor:
1. Os Verde Eufêmeos concentravam-se junto ao milho pernicioso e destavam a comer pipocas todos nus;
2. Os Verde Eufêmeos organizavam um concerto de heavy-metal contra o milho pernicioso;
3. Os Verde Eufêmeos entregavam-se a uma orgia pública junto ao milheiral maléfico;
4. Os Verde Eufêmeos nomeavam um voluntário para se imolar pelo fogo na orla da plantação terrífica;
5. Os Verde Eufêmeos tentavam entrar para o Guiness Book of Records, fumando a maior broca de todos os tempos junto ao odioso vegetal e em protesto contra o mesmo;
6. A GNR comparecia e ajudava os Verde Eufêmeos a fumarem a broca;
7. O Ministro da GNR, de beiçolas e avental, era convidado a presidir e dava a primeira passa;
8. A bem da espectacularidade, o Ministro acendia primeiro o voluntário nomeado e atado para auto-imolação e só depois acendia a super-broca no archote humano;
9. O agricultor chamava os bombeiros na defesa do "princípio da precaução", não fosse a broca pegar-lhe fogo, inadvertidamente, ao plantedo;
10. A broca, porém, era de tais dimensões, que o fumo transtornava e confundia os bombeiros. Alucinados, imaginavam uma invasão de gambosinos alienígenas com desígnios incendiários. Daí a desatarem à mangueirada nos músicos de heavy-metal não demorava nada;
11. Enquanto os metaleiros entravam em curto-circuito, os Verde Eufêmeos faziam mosh com o Ministro da Agricultura;
12. Miguel Portas, das Bahamas, por SMS, supervisionava o sabat alternativo de encerramento;
13. Pacheco Pereira, da Marmeleira, através do Google earth, ocupava o céu e vigiava, severamente, em lugar de Jeová;
14. Subitamente, acontecia um eclipse total do sol e todo o evento mergulhava numa treva espectral. Obstruindo por completo a emissão do astro-rei, interpunha-se agora uma confluência meteórica formada, não pela lua, coitada, de todo inocente do fenómeno, mas pela condensação abrupta, espessa e osmótica do ciberego de Pacheco Pereira com a telecretinice de Miguel Portas.

8 comentários:

Pedro Barbosa Pinto disse...

Que tal incendiar-se a casa da Dª Helena Sacadura Cabral? Nada movido contra a Senhora mas como gesto espectacular na defesa do "principio da precaução" de que nasçam mais Paulinhos das feiras ou Migueis esquerdas caviar?

Alexandre Lagoa disse...

LOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOL

Anónimo disse...

O resultado das queimas
http://www.youtube.com/
watch?v=HEVe43JZzSU
Carlos

Thedogs - photosblog disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ailéh disse...

isto ja dá milho pela barba
já agora, tem alguma coisa contra os verdes?

:-)))

A.H. disse...

looooooooooool!!!!
Excelente.

A.H. disse...

O ministro das beiças e penca punha o avental e fazia uma rodada de felaccio e cunnilingus (ou lingus-in-cu) a todos os protestantes (e outros seguidores de joevá) incluido tb (e porque não?) os sôs guardas da gnr.

Kzar disse...

clap clap clap

E a seguir podiam ir todos para Stnohenge dançar de roda dos calhaus, chatearem polícias ingleses e ficarem por lá...