sexta-feira, junho 01, 2007

Do bipedismo ao apedismo

«Bipedismo humano começou nas árvores». E praticamente caiu em desuso nas redacções dos jornais, televisões e revistas. Porque se um pequeno número ainda consegue escrever de quatro, entremeado de zurros pitorescos e resfolganços mimosos, a maioria já nem isso: contenta-se de reptar viscosamente por artigos e colunas. É o apedismo em todo o seu esplendor - uma forma de locomoção rojabunda, anuscêntrica e cloacápeta, situada algures entre a lombriga e a lesma.

3 comentários:

kommando disse...

Muitos brasileiros só ainda não vivem nas árvores porque eles próprios as derrubaram.

A "evolução" dessa espécie é passar a andar de quatro.

Anónimo disse...

Nem mais!
Deixei de comprar jornais por uma questão de saúde. Evito a violência e o vómito. Esses, sim, podem ser mandados para o desemprego.

dragão disse...

Teremos então o "Brasileiro TT ou 4x4"?... :OP