sábado, junho 16, 2007

A Sempiterna esbirraria

O António Balbino Caldeira «acaba de ser convocado para prestar declarações como arguido no âmbito de inquérito judicial relativo ao assunto do percurso académico (e utilização do título de engenheiro) de José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa».

Dizer que isto tem claros contornos pidescos seria um insulto para a antiga polícia política: ao menos aquela tinha a dignidade mínima de se assumir como tal e agir sem subterfúgios nem máscaras sonsas.

Isto ainda não é a América, mas, pelos vistos, já é quase Angola.

11 comentários:

António Balbino Caldeira disse...

Obrigado, caro Dragão, pelo seu apoio rijo. Mas isto vai piorar, antes... de piorar ainda mais.

Uma desgraça. O custo pessoal e familiar ainda é o menor, se o compararmos com a evidência do que isto representa para o País.

Definiu-se um padrão pêéssico de resposta aos opositores políticos quenão pode deixar de ser combatido sem receio nem pausa.

A.H. disse...

Caro amigo, tem a minha total solidariedade.

Mas vivemos nós em democracia?
Desde quando?

MP disse...

Caro ABC,

Muita Força e Coragem, sei que a tem, já o demonstrou à exaustão.

Saiba que os seus actos de cidadania, irão dar às outras pessoas a Coragem de que necessitam para quebrar o "círculo vicioso" em que vivem; o seu exemplo irá ser a alavanca para isso mesmo.

Boa Sorte.

Joshua disse...

A hora é de reunir esforços e não permitir que as coisas resvalem à vontadinha para estes esbirros.

Dar a cara! Mobilizar o que há a mobilizar. O poder está a sequestrar o cidadão na fiscalidade, na saúde, e na liberdade de expressão. Talvez ainda mais que isso.

Vá, Portugal, continua a dormir sonos de futebol e não sei quê que adormeça da realidade de isto parecer democracia.

Pipinha disse...

E ainda dizem que vivemos em democracia...

zazie disse...

Pelo menos o soba no poleiro já nós temos. Só lhe faltam os diamantes nos "pendentes".

Anónimo disse...

A coisa tá preta

Anónimo disse...

Em Angola nem aguentava uma semana..quanto mais anos e anos!
Esse Balbino é um sonhador, e como tal deve certamente aspirar a uma presidência de Câmara, ou oputra ninharia qualquer.Já o outro começa por contar tretas como ex da judiciciária e acaba a presidir a Câmara de Santarém.

Neste caso específico, que o dito balbino não se vitimize.Afinal tanto bradou, tanto o incomodou o passado académico de outro cidadão, que agora terá que colaborar para a justa e factual evidência do que , parece. querer denunciar.Que seja aquilo que reprova aos demais, e que assuma frontalmente as suas responsabilidades.E se quiser fazer fazer política, que se inscreva num partido, ou funde um.Afinal a Constituição ainda garante espaço para tal.O resto são tretas beduínicas.

zazie disse...

A verdade é um acessório. O que importa é imaginar que há sempre intenções estranhas e lucros. São as cabalinhas à moda da casa.

Anónimo disse...

"Afinal a Constituição ainda garante espaço para tal.O resto são tretas beduínicas. "

Se não fosses cretino até me dava ao trabalho de te responder.

Anónimo disse...

Ora... como se alguma dúvida houvesse ainda... O sr. socrates mostra, cada vez mais, aquilo que na verdade é... mais um chico esperto português!
A "chico espertice" portuguesa é a arma mais eficaz para se sobreviver neste "pântano" a que chamamos portugal. A selecção natural em portugal está a escolher os mais "chicos espertos", com as suas qualidades inerentes como: a mentira, a falta de verticalidade e princípios, o oportunismo, a falta de lealdade, enfim... sem fim...
Assim vão as macacadas na reublica das bananas!

P.S. - gostei de ver a prestação do sr socrates junto dos seus congeneres europeus, principalmente na resposta com que foi presenteado pelo 1º ministro polaco, que lhe disse qualquer coisa do género "Ou começa a falar a sério ou a nossa conversa acaba aqui"...