domingo, junho 17, 2007

Super-Progresso

Mas entretanto nem tudo são más notícias. Um dos mais graves problemas da cidade de Lisboa está prestes a ser resolvido pela dinâmica e intrépida equipa de António Costa. É só cumprir-se a formalidade do sufrágio coroador de sondagens, o Costa assumir a poltrona e já está: os gays vão poder casar-se na cerimónia das noivas de Santo António, ou até mesmo no Salão Nobre da Câmara Municipal. Quem o garante, é Ana Sá Brito, a número três da lista prognovencedora. Falta só a bênção da maioria chuchalista, no palramento e na governadura. E quem duvida de que, nesta risonha confluência astral, ela advirá?
Por conseguinte, congratule-se toda a nacinha em festa: tudo se coordena e inclina para que Portugal se converta, a breve trecho, num país de galfarros hiperactivos e de paneleiros felizes.

18 comentários:

Anónimo disse...

Isso mesmo: paneleiros.

Dizia um compadre pobre para um compadre rico:

- "Compadre, o meu filho é gay!"

-"Não, não compadre, o seu filho é paneleiro, o meu filho é que é gay."

Porcaria de políticos, são capaz de dar o ... e cinco tostões para serem eleitos, nem que para isso, tenham que transformar um país numa imensa coutada para paneleiros e eiras.

O que está a dar é emigrar.

Hugo disse...

Ser gay não é nenhuma doença contagiosa... pouco me importa que se casem ou que não se casem. Não percebo o problema.
E para quem tenha medo de ficar gay por ver outros gays... não sei para onde deva emigrar... só na lua é que não deve haver gays.

kommando disse...

Em São Paulo, a Marcha do Orgulho Gay reuniu 3,5 milhões de participantes. Isso prova que vivemos em um mundo cada vez mais pervertido.

Já estão inclusive lutando por uma lei que criminaliza a homofobia.

Não duvido que em um futuro próximo o homossexualismo seja obrigatório!

pvnam disse...

---» 'Casamento' NÃO!
---» Casamento é uma união entre pessoas de sexos DIFERENTES!

---» Os homossexuais que arranjem um outro nome para eles! Um exemplo: «União de Facto Registada».

A.H: disse...

Viva o Irão.

camarada disse...

É impossível agradar toda a gente, mas estes socialistas no mínimo tentam alegrar alguns. Principalmente aos que pagam as campanhas, e a mais umas minorias, que provavelmente nem votam neles.
Não me faz confusão nenhuma que os gays tenham esse direito, a nível estatal, já a nível de igrejas compreendo que seja mais complicado, mas também não me iria incomodar nada se o tivessem.
Para mim em vez de lhes darem o direito de casar aos gays, deviam era retirar esse direito a toda a gente.
Saudações

P.s.não tenham medo que os homosexuais subam ao poder...

zazie disse...

A dificuldade é mais em fazê-los descer...

dragão disse...

A Zazie disse tudo. :O))))

Entrecampos disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Entrecampos disse...

"Então e as putas?
A zazie, como puta - feia como cornos, mas a noite fá-la parda - quer descer ou subir?
Ou quererá simplesmente trepar?"


ESTE COMENTÁRIO FOI CENSURADO!

VIVA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Aqui, no mui libertário ( LOL) e independente ( LOL) Dragoscópio faz-se CENSURA!
Isso mesmo: CENSURA

-------------------------
Comment deleted
This post has been removed by the blog administrator.

-------------------------

Pode-se escrever 10 bocas homofóbicas e asininas, mas chamar "puta" à puta da zazie, isso é

que não!


E SE FOSSES PRÓ CARALHO MAIS A TUA LIBERDADE DE EXPRESSÃO, Ó DRAGÃO?

Ah, como é lindo o paralapié desta gente!

Só admitem "liberdade de expressão" para si próprios ou pra quem com eles concorda, pois quando

os outros a exercem lá se vão os seus conceitos de democracia pelo esgoto das suas intolerâncias.

E a homofobia latente e implícita nestes comentários é de uma lucidez absolutamente digna deste

pasquim virtual !

Menos um que aqui vem.

acoral disse...

Oh... q pena!

A.H. disse...

Vai e não (te) voltes!

zazie disse...

Vai lá dizer-me isso ao Cocanha que lá não há censura. Se eu não estiver, está o musaranho e até te serve um chazinho.

Depois eu calço as galochas e vou lá enfiar-te uma cadeira nos cornos.

zazie disse...

homofobia latente. vejam só como estas putas sabem falar caro.

Que será uma homofobia latente a não ser a mais simples e higiénica forma da normalidade se separar do nojo.

Se fossem educados nem falavam nisso, que era a única maneira decente de poderem viver e deixar viver sem importunarem.

Assim, só estão a pedir desprezo e que os tratem como gentalha ordinária.

Anónimo disse...

Apoiado Zazie.

Este teu último comentário diz tudo.

E não ligues a comentários nojentos. Asquerosos.

alx disse...

Eu cá por mim vou-me divertindo a ver este mundo louco!!! Quanto aos lélés...deixá-los, não sei se são muitos ou poucos, mas a verdade é que os pseudo-rapazes e pseudo-miúdas estão a infiltrar-se em tudo o que é sítio onde se possa fazer barulho... e os destestículados dos políticos, já se percebeu, têm medo "delaes" que se pelam!!! (Não sei se por convicção, se por conveniência...mas até hoje nunca ouvi dizer a um político que gostava de ter uma filho/a gay...e istro deve querer dizer alguma coisa no restício de inteligência quie resta a alguns...)

kommando disse...

Em resposta à Parada Gay, foi organizada em São Paulo a Parada do Orgulho Hétero, que reuniu uma "multidão" de 15 pessoas. Número bem menor que os 3,5 milhões de gays, lésbicas e "transgênicos".

Foi-se o tempo que dar o rabo era privilégio das minorias...

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u305080.shtml

Anónimo disse...

"Foi-se o tempo que dar o rabo era privilégio das minorias..."

Meu caro é muito mais do que isso: Os porcos (que ofensa ao pobre animal!), os tachistas e os doentes mentais tb têm direitos.
E esta é mesmo a época deles.
Felizmente que tudo, sem excepção tem um princípio e felizmente tb um fim.