segunda-feira, janeiro 29, 2007

Entrevistas de Nuremberga - III

Ainda Ohlendorf.
Mais adiante, pergunta-lhe o americano:
-"O que pensa das leis raciais?"
Responde o tenente-general das SS:
«- São correctas. Os sionistas pensam o mesmo, que se deve diferenciar o povo alemão do povo judeu. São absolutamente correctas.»

3 comentários:

Anónimo disse...

Plenamente de acordo! É uma questão de perspectiva!
Aliás, pode parecer perverso o que vou escrever, mas acredito num determinado oportunismo para inverter a história( ou para a fazer) socorrendo-se de uma certa "legitimidade" por danos sofridos no passado. Os judeus, pela diáspora imposta e pelo Holocausto, os nazistas pela humilhação sofrida após a Guerra de 1914-1918 e pela proclamação de Hitler pelo "Herrenvolk" (povo superior) e, mais recentemente, pelos americanos após o 11/09 quando invocam o terrorismo para legitimar as intervenções em qualquer parte do mundo.
Sugiro, a este propósito, uma leitura sobre o Holocausto de Hanna Arendt. Esta ilucida bem como inverter as "leis raciais".

timshel disse...

"The Dragão Interviews - A Psyquiatrist's Conversations with the Defendents and Witness"

kommando disse...

Esse livro foi editado no Brasil em 2005. Ainda não o comprei por temer ser muito tendencioso ou parcial. Gostaria da opinião do venerável Dragão sobre ele. Vale a pena comprá-lo ou o livro só serve para embrulhar peixe?