domingo, março 25, 2007

A propósito do meu computador

As máquinas são como as crianças, situam-se algures entre o estúpido e o ingénuo: acreditam em tudo o que lhes dizem. As pessoas modernas, as mesmas que passam a vida a mentir às máquinas e às crianças, conseguem uma bizarria ainda maior: acreditam em tudo o que as máquinas lhes contam.

Aproveito para citar a definição de Máquina no Dicionário Shelltox Concise do Dragão (a ser publicado brevemente):
Máquina, s.f., dispositivo ou instrumento capcioso, infalível e auto-mutilante que o homem encontrou para mentir a si próprio. Qualquer mentira, desde que contada por uma máquina, torna-se, instantaneamente, dogma de Fé.


Tenham um excelente resto de fim de semana.

2 comentários:

F. Santos disse...

Um cientista russo afirmava que «a inteligência artificial é uma prótese para a estupidez natural»...

dragão disse...

E afirmava muito bem. Falta apenas saber se,, em rigor, é "uma prótese para" ou uma "prótese da".