quinta-feira, dezembro 15, 2005

Em terra de cegos...

Em qual dos olhos do candidato deve acreditar, pergunta o Timshel. O direito ou o esquerdo?...

Essa é fácil, ó Tim: em nenhum deles. Ambos são olhos de campanha, de vender a peixe. Lembra-te que nunca é com esses que ele preside (ou governa): é sempre com o outro, o cego, o olho do cu. E esse tu nunca contemplas. Só experimentas os seus efeitos.

E neste regime em que, por princípio e direito inalienável, os eleitos se cagam nos eleitores, o Presidente é só, e apenas, aquele que caga de mais alto.

39 comentários:

timshel disse...

só discordo de ti que esse olho seja cego

pelo contrário, sabe muito bem em cima de quem caga

zazie disse...

nem mais ":O))))

Anónimo disse...

Meus caros, parem de bater nos "ceguinhos"! Isso 'e desumano. Imaginem porem, que o vosso acido urico 'e colirio, e, literalmente, mijem sobre eles. Mais civilizado, e quem sabe, eficiente.

nelson buiça disse...

Alguns apontamentos:

- A característica primordial de todo e qualquer regime político é cagar olímpicamente nos súbditos/vassalos(cidadãos ou o rai'qu'os parta.

- O Poder, para ser Poder, tem que ser exercido por quem, manifestamente, se esteja a cagar totalmente para os outros.

- Todos os regimes e formas de organização política são, por inexorável natureza, totalitários e tendencialmente cleptocráticos e oligárquicos.
Por isso, a Democracia moderna não nos oferece grandes novidades no campo da Ciência Política.

- Dado o estado actual da Humanidade, as únicas alternativas viáveis à Democracia são:

1 - A mais desvairada e descabelada Tirania que caga em forma de ininterrúpta e copiosa diarreia.

2 - A mais completa Anarquia. Em que todos cagam uns para os outros em doses industriais.

- É completamente extraordinário que os maiores detractores da Democracia (termo tão mal tratado,usado e abusado, coitado) são os primeiros a terem a ousadia de EXIGIR liberdade de expressão e de consicência...liberdades essas que só são defendidas....pela Democracia.

- O facto pelo qual a Democracia goza de tanta e tão forte implantação deve-se ao facto de as pessoas terem a noção, ainda que subsconsciente, do enumerado anteriormente e, last but not least, pelo facto de os ditadores-cagadores, sejam obrigados, cíclicamente, a desdobrar-se em justificações e em promessas de novas formas de cagar perante os que estão todos cagados.
Este singelo facto faz com que vão cagando, mas com algum cuidado, com o mínimo de liberdade para os que levam com a merda, e que a cagadela seja o mais soft possível....até porque t~em que ser reeleitos para cagar mas 4 anos.
A diarreia, claro está, torna-se também mais circunscrita.

timshel disse...

eles comem rosas e bebem perfume

nelson buiça disse...

Não, não comem rosas nem bebem perfume...

Mas gostava de ver o Timshel (e outros detractores) 5 minutinhos que fosse numa das alternativas á Democracia.

Ai gostava, gostava.

Pimenta no cú dos outros, refresco é.

nelson buiça disse...

"Para combater o grande capital e as consequências nefastas em termo sociais de o deixarmos à solta, para combater o capitalismo selvagem do século XIX que volta agora embrulhado na globalização do século XXI. Pela justiça social, por políticas fortemente redistributivas, pelo princípio "de cada um segundo as suas capacidades a cada um segundo as suas necessidades".

e, ainda mais preciosa,

" O que caracteriza a dimensão maléfica do capitalismo e do imperialismo norte-americanos é, nomeadamente, as raízes tentaculares dos valores do paganismo e do egoísmo que se desenvolvem na sociedade norte-americana.
Como cristãos, saibamos desmascarar o mal trazendo a Luz às trevas. Como faz o Presidente Hugo Chavez*."

Estou esclarecido.
Pensei que tinham acabado em 1989.
Mas parece que não.
São cada vez menos...mas ainda mexem.
Mas é bom, assim sempre um gajo se diverte um bocado.


*o sr.Frías-parolo-saloio-semi-analfabeto-comunistóide, o grande amigo do grande Castro (esse libertador e reputado humanista) e do Kim Jung Il (o incontornável 'Querido Líder') e do mahmmud Ahmadinejad que é, somente, uma besta quadrada.

Felizmente, nenhuma das personagens supracitadas chegará a 2010 no poder.

eheheheheh

nelson buiça disse...

E, já agora, gostaria de saber (se não fosse muita maçada) qual é o problema do paganismo e/ou do políteismo.

Será que os antigos europeus quer fossem do Grande Norte, da Lusitânia, de Roma ou da Grécia estariam assim tão errados?

Nunca percebi este primarismo anti-pagão.

nelson buiça disse...

"Pela justiça social, por políticas fortemente redistributivas, pelo princípio "de cada um segundo as suas capacidades a cada um segundo as suas necessidades".

A gente de esquerda, decididamente, não tem um pingo de vergonha na cara.

Como se disse noutro blog, sobre estes esquerdismos, quando a esquerdista perguntou:

Tem medo?

o blogger respondeu

Não, Tenho NOJO!

E a esquerda só suscita isso mesmo.
Um profundo NOJO!

Glorioso SLB disse...

ó Buiça.
tu tem calma.

de vez em quando dizes umas coisas acertadas e até és um gajo porreiro.
outras vezes dão-te uns vipes que ninguem te atura.

ve lá se te comportas que eu, a ti, conheço-te há muitos anos.
desde os tempos do Ribeirinha e do Meia Cave.

vê se adivinhas quem sou

dragão disse...

Está a descambar na peixeirice, ó Nelson. E para paladino das democracias, essa pose de Torquemada do pensamento alheio não quadra lá muito bem com a fatiota.
Aliás, para quem faz gala duma cassete que já todos conhecemos quase de cor e ginjeira, podia poupar-nos às perífrases: escrevia reticências -(...)- que nós, automaticamente, deduzíamos o resto.
Mas não, é todo uma vertigem pelo ruído, pela algazarra, pela apoplexia...
Ainda por cima, você não acredita nessas porcarias que pr'aí decanta, porque é que há-de teimar em fazer de nós parvos?...

zazie disse...

ó Nelson, já que me incluiu nos 5 palermas (possivelmente mais uma palerma esquerdóide) explique-me lá uma coisa: que diabo ganha a democracia se eu for obrigada a escolher um palerma entre 5 a concurso?

zazie disse...

sendo que não somos nós "os 5" que estamos a concurso, como é óbvio

nelson buiça disse...

Acredito que a esquerda* é absolutamente pacóvia e rebenta a escala no que a hipocrisia diz respeito.
Ninguem os consegue bater neste particular.
Mas não me estava a referir nem ao Dragão nem à Zazie pois, por mais que queiram :) , não são 'canhotos'.

Mantenho o que disse em relação a Hugo Chavez, Fidel Castro e ao 'Querido Líder' e tutti quanti.
Não retiro nem uma vírgula.

"...essa pose de Torquemada do pensamento alheio"

Mas o Dragão também assume essa pos (lançando contundentes e flamejantes vitupérios sobre as nossas obscurantizadas e humilíssimas cabeças que um gajo até anda de lado) e e eu não me queixo. Até acho curtido.
(embora reconheça que ao Dragão acresce autoridade moral pois não é, de modo algum, um democrata, e tem pavor a tal regime)

Brincar os Torquemadas! Porque não?
;)
A blogosfera anda tão enfadonha que um gajo tem que agitar as 'águas' dê por onde der.
Vá lá, também podemos brincar aos nazis e aos Judeus.
Eu sou o Nazi, vocês são os Judeus!
:))


Também continuo sem entender que mal tem o paganismo.

Desculpe lá, mas fenece-me totalmente a paciência para argumentações baseadas em princípios marxistas ou que façam alusões laudatórias a princípios marxistas.
O Das Kapital é, muito provavelmente, a mais abjecta e ridícula obra jamais escrita.
E está manchada de sangue como nenhuma outra, o que não é de admirar, pois o receituário da gigantesca 'cabidela' está todo lá.


*básicamente um aglomerado de tipos que se armam em detentores exclusivos da bondade, da compaixão, das boas ideias e dos bons sentimentos e, ao mesmo tempo, prestam vassalagem e fazem o panegírico (ou a lavagem) aos maiores BILTRES da História e aos mais horrendos (des)governos que a Humanidade conheceu...à beira dos quais, o pintor de Braunau-am-Inn :o) e seu séquito nos parecem umas floristas.

Peço desculpa se ofendi alguem, mas há coisas que me tiram do sério.
Mas, afinal de contas, se se acusa o Blasfémias de 'evasivas' e de 'não responder'....eu, pelo menos, não viro a cara á luta e, bem ou mal, concorde-se ou não, digo o que penso e nunca fujo à traulitada.
A quem quer que seja.

Quantos são?
Quantos são?

:P

nelson buiça disse...

5 minutos...não 5 pessoas.

Acho que (.....) e que o malandro do (.....) e (.....) que vá p'ró (......) e o Soares pode ir (.......) com o Alegre que é (.....) e mais o Reverendo (.....).
Por último, acho que o Putin é (........).

Espero que, desta feita, me tenha feito entender.

Só uma pergunta indiscreta: vossas eminentíssimas excelências vivem em Lisboa?

timshel disse...

ó nelson, tás a falar comigo?

zazie disse...

ó Nelson, eu sei lá o que sou. Seria uma idiota se me preocupasse em fazer os testes para ver para que banda tombam, como o fazem os idiotas da moda.

Mas aqui não interessa absolutamente nada o que as pessoas são mas as ideias que estão em causa.
E você com essa do Fidel e do Chavez diz menos que a minha mãezinha que até lhe dava uma bailarico em política.

Para que raio é que isso interessa?
e que diabo é isso da endeuzar uma trampa de umas eleições e chamar-lhes democracia?

Quanto ao local é mesmo o que mais me agrada. Pela linguagem até suspeitei e fico feliz por confirmar. Eu sou cá de baixo da mourama mas tenho costela do Porto, carago ":O))

e, se quer saber, tem aqui um Timshel bem castiço e uma muralha em coerância para se entreter.

Coisas básicas esquerdalhas, aqui nas janelinhas, é raro. Só quando aparece um heterofóbico com a mania que é estrangeirado

mas por acaso aqui até se corta. Prefere vingar-se depois nas jaenlinhas do Blasfémias ";O))

nelson buiça disse...

"..mas as ideias que estão em causa."
Exacto.
Mas certas pessoas confundem-se com as ideias e tornam-se ícones das mesmas.

"... a minha mãezinha que até lhe dava uma bailarico em política."

Duvido...e substima-me sobremaneira.
Mas, venha daí esse debate.
Numa televisão à escolha (embora eu não prescinda da incontornável Manuela Moura Guedes e do indispensável Miguel Sousa Tavares).
Em horário nobre, é claro, que é para que o pessoal me veja todo à hora de jantar.

Continuo na mesma, ou seja, sem perceber este frenesim anti-liberal.
Mas cada um tem as suas manias....

Coerente era o Cunhal, que era um.....(esforço de contenção)....bom, aquilo que a gente sabe.

"Coisas básicas esquerdalhas..."
É o que mais há por aí, infelizmente.
Mas deixe lá,isso não nos queima aqui. Essas ideias de esquerda são só para descamisados mentais e iletrados.
Não para nós.
Certo?!

"...endeuzar uma trampa de umas eleições e chamar-lhes democracia?"
É como endeusar outra coisa qualquer.
Há quem endeuse o comunismo e receba logo, só por isso, o 'título' (nobiliárquico da nova estupidentzia estabelecida) de 'intelectual.
Eu endeuso as eleições, o FCP :o)...a Democracia ....ou o que lhe quiser chamar.

Mas quem quiser endeusar a Coreia do Norte, Cuba, O Zimbabwe, a Venezuela ou o Sudão (ou, até, as saudosas URSS ou Alemanha Nazi)...pois que estejam à vontade.
Cada um sabe de si.

Debitar contra a Democracia sentadinhos nas nossas poltronoas, no confroto dos nosso lares ocidentais e sabendo que os torcionários da polícia política não nos vão meter num GUlAG é muito bonito como exercício filosófico....mas é oco.
Há muitos milhões de desgraçados que, por esse mundo fora, tomaram eles 1/10 desta tão verberada Democracia e o conforto das nossas poltronas quando divagamos usando todas estas extravagâncias retóricas.

Mas eu compreendo, asseguro-lhe, este 'luxos' pseudo-contestatários de alguns ocidentais.Afina, somos em larga medida uma sociedade do ócio.
Temos tempo.
O que esteve subjacente ao Maio de 68: uma data de burgueses. Nada de novo.
Ser burguês não é uma classe determinada, não são cartolas e laçarotes, nem tipos barrigudos de charuto.
Naquilo a que se convencionou chamar de Ocidente, ser burgu~es é tida uma forma de vida, todo um conjunto de pequenos e grandes hábitos.
Até o proletariado Ocidental não é hoje mmais que micro-burguesia....ou wanabee-burguesia.
os proletários são cada vez menos e já não querem a Revolução nem a destruição do capitalismo.
A esquerda, e essa manada desprezível que se auto-entitula de 'Intelectuais', nunca lhes poerdoaram.
Fica a terefa da micro-revolução para os contestatários de sofá, que somos nós todos.
90% dso que contestam e vereberam, se lhes tirassem uns 10% dos privilégios e confortos que têm eram os primeiros a desatar a chorar como uma criancinha a quem roubaram o chupa-chupa.

Continuo sem perceber que mal tem o paganismo que é, tão só, uma manifestação religiosa tão legítima como as outras.
Na realidade bem mais antiga.
Os Gregos apreciavam bastante o seu panteão....assim como os nórdicos, ou os Romanos, ou até os nossos antepassadoa aqui na Ibéria que tinham uma catrefa de Deuses.
Continuo sem perceber a carga negativa do tema.

Também continuo sem perceber que mal tem o Liberalismo. :)
E ainda gostava que alguém apresentasse argumentos no âmbito da Ciência Política e da Economia, ou seja, que se ultrapassasse a fase dos meros esconjuros.
E, quando se critica, convem apresentar alternativas e não apenas a crítica pela crítica.

"ó nelson, tás a falar comigo?"
Por acaso até..tou.
Atão?!
O pirilampo Chavez já iluminou e trouxe a Luz (Praise the Lord! Louvado Seja o Senhor! Amén!) a mais algum sítio recôndito do planeta?
E quando é que a Luz Suprema que jorra abundantemente do Glorioso Candeeiro do Socialismo Científico ("de cada um segundo as suas capacidades a cada um segundo as suas necessidades"), parida pelos ZZ Top de Triers num sótão, voltará a iluminar este pobre planeta a nos resgatará das tremendas trevas em que caímos, lúgubre e subitamente, desde o nefasto ano de 1989 em que caiu o saudoso Berliner Mauer?

PS (vade retro) - heeheh, não me surpreendeu. Em Lisboa é regra (tb há as excepções, embora raras) a se reagira com pavloviano HORROR à mínima exaltação ou 'acaloramento'. É logo peixeirada e 'ai q'horrôre', ai jesú, ai não diga isse, tadinhjs.

ahahahahahahaha
ahahahahahahahah

nelson buiça disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
nelson buiça disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
nelson buiça disse...

Nota: a coerência, por si só, de NADA vale.
De que adianta ser preserverante e 100% coerente se se insistir teimosamente no Erro, como no caso de Cunhal.

zazie disse...

ó Nelson, ó Nelson eu ainda nem li tudo que vai para aí um testamento mas deixe-emja´responder à primeira parte antes que haja engandos:

«Duvido...e substima-me sobremaneira.
Mas, venha daí esse debate.
»

a minha mãezinha já vai perto dos 90 anos. Não a substime você para uma coisa que ela só não faz porque não anda na net- Mas olhe que no verão, quando foi a cena da Ota e das mudanças na Caixa Geral dos Depósitos, até me telefonou para dizer o que só por aqui na blogosfera já corria à boca fechada. A ela não lhe escapou... e disse logo que o tipo até parece que só tinha a 4ª classe :lol:

Era neste sentido que estava a brincar. A brincar com as etiquetas quando para política o mais importante é ter-se olhinhos na cara.
..............

Agora só a questão da democracia e das eleições.

Mue caro, é claro que uma democracia sempre é melhor que uma ditadura ainda que isso não seja um valor universal como os neo-cons tendem a propagar. E muito menos um valor a ser exportado à custa de umas bombas em cima dos que não querem aderir rapidamente a bem.

Mas enfim, isso também são gostos.

Como são gostos achar-se que é muito importante votar num idiota qualquer porque votar é um acto de cidadania.

É a isso que eu faço uma manguito. Posso ser uma vergonha como cidadã por achar que não voto e nem votava obrigada quanto mais de livre vontade, mas é assim. Chaté-alos, enviar relatórios para os minstérios, por exemplo, isso sou capaz de fazer e já fiz muitas vezes. Do mesmo modo que até já o fiz para sindicais, fique sabendo. Com tudo escrito preto no branco e mostrando-lhes a hipocrisia em deixar passar o que importa quando estão mais interessados em ganhar poder.

Agora votar quando não encontro ninguém que mereça não. Porque motivo o havia de fazer?

para a democracia não cair?
Ó meu caro, até é possível determinar-se por matemática estatística a improbabilidade de um eleitor ter o voto que muda a decisão. E ha´sempre mais quem vote por hábito ou por mil e uma outra tretas que quem não vote por enfado.

Isto não é regra. às vezes até voto e voto sempre que tenho possibilidade de o fazer se o Ribeiro Telles estiver em causa. Esse é um velho compromisso que tenho com a "democracia"- á minha maneira. O que nunca será é essa avidez bacoca de fazer de tudo uma partida de futebol e inventar inimgios maiores de tal modo que leve a penhorar a inteligência ao defender idiotas menores.

È esta a razão do meu manguito. Como vai ser nas próximas eleições.

Ate´lhe digo mais- custa-me a ir aqueles blogues de apoio a candidaturas e ver certas pessoas amigas a comprometerem a inteligência por tão pouco.

Mas pronto. todos temos os nossos clubismos e, assism como assim, para mim antes o FCP ":O)))

dragão disse...

Isso do "acaloramento" significa precisamente o quê? Além dos fornicoques, também lhe dão os climatérios?... Não me diga que está num daqueles dias...

zazie disse...

ahahaha isto ficou tÃo divertido em tão pouco tempo. Só é pena estar ocupada

Mas o que me intrigou foi o movimento anti-paganismo. Que paganismo, Nelson? quem é que é contra o paganismo nos nossos dias? ahahahhaha

só mesmo um senhor do Porto para se lembrar de paganismos nesta altura do campeonato ":O))))

Por falar nisso. Vou fazer um post semi-católico, semi-judaico e muito pagão para ver se vocês gostam.
Já estava com ideias nele para agradecer ao Lutz e chatear o Ma-Shamba e agora é que vai mesmo.

E com muito folclore para chatear também o nosso Tim

(e o nosso Tim é cá uma muralha de outro tipo de coerência e inteligência que o Nelson quando se aperceber até vai ver como foi simplista com essa sua mania das bengalas ideológicas...

ai vai, vai... que eu também fui ":O))))

nelson buiça disse...

"...e das mudanças na Caixa Geral dos Depósitos..."

Nem me fale!
Um dos 'figurões' nasceu na terra dos meus pais (no nordeste Transmontano), mais ou menos a meio caminho entre a casa dos meus avós paternos e a dos maternos.
Andava por ali, ao que parece.
Foi uma ascensão de assinalar e....e mais não digo.

Desde quando é que os neo-cons defendem a democracia ou são democratas?!?!
São dmocratas quando lhes convem...quando não lhes convem, pois que se lixe a democracia.
Os neo-cons são um breve episódio na história dos EUA. Quando esta Administração desaparecer, eles também desaparecerão súbitamente, da mesma forma que apareceram.
Não são tão fortes e tão numeroros como alguns pensam.
O Neo-Conservadorismo é uma ideologia composta, uma mistura de 'ex-gauchisme des soixante' (alguns são ex-revolucionários), com algumas apropriações abusivas das ideias de Leo Strauss e junta-se-lhe o messianiso de verta extrema-direita protestante.
Aqui tem o Neo-Conservadorismo qe, NADA tem a ver com Liberalismo ou com o que quer que seja.

nelson buiça disse...

"Não me diga que está num daqueles dias..."

Eu confesso.
Eu uso Stayfree Ideológico com Abas e Super-Absorvente.
Todos os meses...lá tem que ser. :)

"...só mesmo um senhor do Porto..."

Este vosso serviçal sempre à disposição.
Do Porto enquanto habitante desde os 4 anos de idade; nascido em Luanda; de família Transmontana
Uma conjugação dos diabos....

"...bengalas ideológicas..."

Seja bem vinda!
Tenho umas quantas! (vendo-as a 500 paus a arroba)
Últimamente, no entanto, tenho usado uma...branca.
Mas agora vou-me desfazer dela: I was blind, but now I see.
Oh Amazing Grace, How sweet The Sound!

:))

zazie disse...

não me diga que é todos os dias que lhe chamam com esta subtileza senhor do Porto

ahahahaha

timshel disse...

um debate bem castiço sim senhora

tenho pena de não ter participado mais mas agora já me passou a vontade

o dragão tá enganado, sem a vertigem pelo ruído, pela algazarra, pela apoplexia... um debate a sério tem que ter isto tudo e mais umas caralhadas
ofensivas qb

a não ser quando queremos de facto chegar à razão e à verdade, mas nem sempre as pessoas têm que comunicar entre si com este objectivo (eu só mesmo quando não tenho nenhuma oportunidade para descambar e rir a partir o coco é que quero chegar à razão e à verdade)

nelson buiça disse...

"o dragão tá enganado, sem a vertigem pelo ruído, pela algazarra, pela apoplexia... um debate a sério tem que ter isto tudo e mais umas caralhadas
ofensivas qb"

Ora nem mais.
O Timshel é cá dos meus!
Um debate sério sem estes ingrediente é como dar um keka com uma gaja acabada de sair do cabeleireiro.

PS (Allah nos livre) - O Timshel não tem aí um poster do Comandante Chavez que me arraje.?!
É que se me avariou o candeeiro da sala. Se me arranjasse um poster do Chavez ficava solucionado o meu problema de iluminação, não só na sala, mas na casa inteira...quiçá na Área Metropolitana do Porto toda.
:))

nelson buiça disse...

"... razão e à verdade..."

Quem são essas gajas?
O Timshel conhece-as?
São jeitosas?
O Timshel tem o nº de telemóvel delas? (umas MMS's et voilá)

:o)

Caguinchas disse...

Ah-ah!,bem que eu suspeitava: O rústico dá "kekas"...Ainda não aprendeu a foder!...
Ó Dragão, afinal o gajo é betinho.

SLBê! SLBê!!!...

nelson buiça disse...

Tomaras tu ó Caguinchas...tomaras tu...
Ainda tens que andar muito quilómetro....seu Taliban da 2ª Circular...Ayathollah da Baixa da banheira
:)

Betinho?!
Eu?!

Só mesmo que não me conhece...e não há desculpa p'ra isso, pois a foto da minha humilde pessoa já apareceu no meu blog.
AS melhores reacções foram:

'olha outro skinhead'
'parece um cruzamento de Herr Flick (from the Gestapo) com um segurança de discoteca'

e, a melhor:

'credo, parece uma coisa saída do Matrix'

Sapatinhos vela, camisas ao xadrez, juba farfalhuda e aparada com aqueles inenarráveis penteiados, parafina, gravatinha e blá, blá: NUNCA, JAMAIS, EM TEMPO ALGUM!

Sinto-me ofendido com tão grande vitupério!
Beto?!
F*da-se!
Je demande une explication!
Saia da Mesquita da Luz, flche lá o Alcorão e explique-se!

zazie disse...

ahahaha isto continua mesmo depois da ida ao cabeleireiro ":O))))

Caguinchas disse...

Estrilha só aí, ó aborígene das berças: isso de "dar a keka" é como? - quando tu ficas por trás ou a ovelha fica por cima?...

Tou manga de curioso. Diz só, ó chavalito...

zazie disse...

ahahahahaha

este caguinchas passou-se

nelson buiça disse...

Consultório Psicológico:

O Caguinchas é uma personagem com uma perturbação psicológica onomatopaica que o faz projectar nos outros os seus fetishes mais íntimos.
A Zoofilia e o Water Bondage são só dois dos mais normais que lhe conhecemos.
O facto de ter sido educado numa madrasa onde todos se vestem de camisola vermelha e calções brancos reforçou-lhe o desvio térmico da personalidade e a incapacidade de percepção da filosofia de Kierkegaard, sendo que nem chega ao Primeiro Estado, quanto mais ao Terceiro.


"manga"

?!
Aquela 'coisa' japonesa....hummmm
Alguma é muito interessante.
Essa e o Milo Manara.

:)

Caguinchas disse...

Ó coiso, Zoofilia e Walter Bondage?... Mas alguém aqui está a discutir cinema americano?... Da-se!, mas vais aonde?! E Kierk-guarda era o teu pai! Provavelmente, e pela pinta do rebento, Kierk-guarda republicano... cabo de esquadra!...

nelson buiça disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
nelson buiça disse...

"Mas alguém aqui está a discutir cinema americano?"

LOOOOL!

Vá lá que é americano....porque se estivessemos a discutir cinema francês estaríamos, sem dúvida, no âmbito do Fisting!

ahahahhahahahah

Nota: Coiso não!

É Sr.Coiso ou, por ser para si é:
Reverendíssimo e Magnificentíssimo Sr.Coiso...ou, simplificando: Excelência