domingo, dezembro 23, 2007

Vamos às prendas - III



Numa pausa excepcional nos meu afazeres de ser rude, obnóxio, selvaginoso e anti-não-sei-o-quê, quero aproveitar enquanto a Svetlana foi visitar a família à Ucrânia, para, na medida em que a Irina no permite, deixar aqui um agradecimento especial a uns certos meliantes que andaram para aí, como de costume, a mentirozar a meu respeito. Fora essa tendência efabulante, até são uns rapazes desempenados, sobremaneira na pena e no verbo, que se reclamam nacionalistas e fazem eles muito bem. Eu, infelizmente, não me posso reclamar porque, sendo O Nacionalismo por antonomásia, tal está-me implicitamente vedado. Passo cartas de corso e já não é mau.

Mas vamos a eles. Os Sete Magníficos.

Ao Bruno Oliveira Santos, ao FSantos, ao Corcunda, ao Paulo Cunha Porto, ao Mário Martins, ao Pedro Guedes, que escreveram, e ao Manuel Azinhal, que não escreveu mas mo transmitiu telepáticamente, vai o meu "obrigado, malta!". E já que a maré está de feição, aproveito para desejar um Feliz Natal a todos.


Como bónus -e para os indemnizar do tempo perdido a darem cabo da vista com as minhas barbaridades e heresias -, aqui ficam as prendas:


Para o Manuel Azinhal,

http://br.youtube.com/watch?v=m3gd6uCD2FM

Para o BOS,
(ainda ponderei o "Imagine"...)

Para o FSantos,

Para o Pedro Guedes,


Para o Corcunda,


Para o Réprobo,


Para o Mário,


7 comentários:

Jacinto disse...

Aceite os votos de Bom Natal de um seu impenitente leitor.

a voz disse...

Caríssimo César Augusto

O meu Ilustre Amigo está entre as Sete Maravilha do Mundo!...
E as outras seis são de facto aqueles Amigos que citou, do Bruno Oliveira Santos ao Pedro Guedes, passando pelo FSantos, Corcunda, Paulo Cunha Porto e Manuel Azinhal. Eu estou lá a mais.
Mas é uma Honra lembra-se de mim.
E a Prende foi criteriosamente escolhida… É o Tintin, mas o Tintin no Tibete, que tem outro “sabor”!

Bem-Haja.
Feliz Natal.

Abraço ao nosso Engenheiro Ildefonso Caguinchas.

Cumprimentos.
Mário

BOS disse...

"Thanks, Dragon!" A letra é irónica e divertida. Se o KKK fizesse mesmo esses favores aos americanos teria o quíntuplo dos militantes. Aquelas americanas balofas são do pior que há.

Feliz Natal!

FSantos disse...

Meu caro, ainda estou arrepiado. O "Crepúsculo" é uma das obras que me acompanha desde os meus vinte anos.
Um forte abraço e obrigado pela criteriosa escolha.

Tiago Carneiro disse...

FELIZ NATAL
E
UM BOM ANO DE 2008

São os votos do
DEMOCRACIA EM PORTUGAL

Abraço
Tiago
http://democraciaemportugal.blogspot.com

O Réprobo disse...

Meu generoso Dragão,
muito obrigado! Estava num casamento de Amigos Queridos aquando deste marco basilar do Desporto Português! Passei a hora e meiazita em questão num cubículo, com os Criados de Mesa, a ver a jogatana. Muita fominha se deve ter passado naquele salão, antes do desafio terminar...
Abraço grato

pedro guedes disse...

Ora, ora, meu caro! Acertou em cheio que o Vivaldi é muito cá de casa.

Óptimas entradas!