sexta-feira, maio 18, 2007

Necrofilia

A Ministra da Cultura recusou a «abertura do túmulo de D. Afonso Henriques».

Sem meias tintas: louve-se a ministra. Abençoada seja!
A antropóloga Eugénia Cunha, porém, não desiste. Ela, génia, é que sabe. E quer, reclama, exige à viva força fuçar na sepultura. As suas fantasias com o esqueleto do Rei Fundador têm que realizar-se.
A Ciência está a tornar-se, cada vez mais, um mero subterfúgio para psicóticos perversos. Um necrófilo mascarado de antropólogo sente-se inexpugnável.

4 comentários:

zazie disse...

Podes crer! também lhe bato palmas. Pela minha parte já lhes dei sujestão de estudo mais em conta e indicada

Torto disse...

E logo a Géni Cunha, um pedaço de mulher. D. Afonso Henriques é um sortudo.

Anónimo disse...

Preferia um estudo serio sobre D. Afonso Henriques a uma trapalhada mitológica suportada pelos miguelistas que um tal Salazar inventou para aldrabar monárquicos.

Afonso Henriques disse...

Nem mais!