domingo, maio 13, 2007

A liberdade a quem a trabalha

Pois, ó Fefé, tens toda a razão: o trabalho liberta e a arte oprime. E do ócio, já dizia o Aristóteles, nasceu a filosofia, essa badalhoca!...
Vergar a mola ou morte!... (Deve ser o teu lema esplêndido, ó mirmitoino.)

2 comentários:

Anónimo disse...

se o trabalho fosse boa coisa, não era pago ( ainda por cima mal)

ch'an disse...

ó dragão, eu conheço esse senhor, que engraçado. se é quem estou a pensar já trabalhou na Impala, onde escravizei durante uns tempos em que ele lá esteve. o senhor ajoelhava-se ao lado dos designers na altura de ver o grafismo dessa bela merda que é a focus. e tocava-lhes muito tb. das senhoras mantinha uma certa distância, provavelmente é alérgico a perfumes ou isso.