domingo, outubro 30, 2005

Consolação dos aflitos

Legenda: O candidato-em-Si
**
«Felizes os que lacrimijam, porque serão enfraldados".
- Anónimo
***
A Tuna-Coro evangélico-dos-Neoliberais-neoconinhas-e-barnabus-dos-Últimos-Dias confessa-se órfã e desgostosa com o cenário anunciado das próximas eleições presidenciais. A fazer fé nas declarações preliminares, parece que só existem candidatos confessos do modelo social. Uma lástima! Não há nenhum sociopata que se candidate.
Carpem, pois, os nosso pequenos barnabus, a sua triste sina de abandonados e liquefazem-se numa dacriúria insulapada.
Então?..., ânimo, rapazes! Uma pausa na puerilidade compulsiva, por instantes. Tentai, ao menos, um breve relance para lá dos muros do orfanato. Que diabo, lembrai-vos que o que os candidatos das eleições juram antes corresponde invariavelmente ao contrário que vão fazer depois. É uma lei da coirofísica nacional, tão exacta como os axiomas mais inexpugnáveis da matemática e da geometria. Portanto, este prelúdio tenebroso só garante o amanhã canoro que se aproxima. Na verdade -alegrai-vos!- estamos perante cinco sociopatas da melhor lavra; cinco sénior-killers anelantes de desgraçar ainda mais os desgraçadinhos e mimar ainda mais os mimosos; uma mancheia de ogres antropofóbicos decidos a fazer mal às pessoas, sobretudo às detentoras de passaporte português que, por alturas de 2006, ainda não tenham emigrado.
E tranquilizai-vos duplamente, pobres crianças: não só os mostrengos celerados tratarão com ferina e exemplar crueza a sociedade, como, detalhe crucial, em nada melindrarão do essencial do seu primo e nosso Estado leviatã, pelo que os vossos sagrados empregos e derivadas mordomias jamais periclitarão ou ficarão minimamente em risco. Todos eles.
-"Eia! Viva! Oba! O dragão salvou-nos o dia!...", podeis gritar à vontade. Desoprimir o espírito faz bem à saúde. Mas nada de agradecimentos supérfluos: as más acções não carecem agradecimento. Menos ainda com os vossos valiosíssimos links (a punheta de audiências nunca me preencheu as fantasias). Quando muito, aceitarei uma medalha de liberdadeiro-mirim honorário. Dessas com que condecorais os amiguinhos.
Cumprimentos ao papá!...
O candidato poeta
O candidato Loução
O candidato Jerónimo
O candidato Soares
O candidato Silva

5 comentários:

josé disse...

O mais fotogénico, é, surpreendentemente, o candidato Silva. He-ho, silver!

Já agora:
Por que continuas a malhar num termo efectuoso- neoconinhas- quando existe um mais preciso na sua significância- neoconistas!?

zazie disse...

eheheheh mas que fotogénicos que eles são ":O))))

dragão disse...

É todo um tempo de epígonos. De serôdios de qualquer coisa...

timshel disse...

eu prefiro o candidato poeta da Tuna-Coro evangélico-dos-Neoliberais-neoconinhas-e-barnabus-dos-Últimos-Dias

ch'an disse...

dragão: a punheta de audiências é o que distingue blog de notepad. e se não preenche as fantasias, concerteza que alivia o stress.