sexta-feira, abril 22, 2005

Minhas senhoras, curvo-me...


Eu não devia dizer isto. Mas como amo mais a verdade que as conveniências, digo-o. Mesmo sabendo que no futuro poderá ser usado contra mim. Basicamente, é o seguinte: Eu, Dragão, porco machista, marialva dos quatro costados, último dos ferrabrazes, tenho levado uma bela ensinadela das senhoras mulheres aqui na blogosfera. Tenho mesmo descoberto nelas (com mágua o reconheço, pelo meu próprio género) mais coluna e valentia que em grande parte dos homens aqui do "blogbairro", uns verdadeiros nenúfares.

A começar na Zazie, por uma amizade bem temperada, e com destino especial à Laurindinha e à Margarida, pela amabilidade sempre imerecida que tiveram comigo, eu, num rasgo excepcional de humanidade, dedico-lhes o que se segue (tem 15 anos e foi escrito, algures, nas savanas de África):

GENESIS

Quando tudo era triste, negro, e a Terra poeira incerta
Olhos sonhadores nas trevas forjaram vida acesa;
Do caos informe, com a Palavra, arrancaram beleza
e, assim, criando, Deus se fez poeta.

Não será tudo realmente um poema -a Terra e os Céus?
E nós próprios, em vez de escravos, bons ou maus
não seremos antes misturas de Treva e Caos
com a desesperada poesia de Deus?...

Foi por a fealdade à sua volta se afigurar tão insuportável
a solidão tão amarga e o silêncio tão profundo
Que Deus teve essa necessidade desculpável

de tudo mascarar co'a beleza de versos seus.
E ainda hoje, amargamente, solitário, moribundo
o poeta sofre, recria o mundo e, assim, sem fantasia, se faz Deus.



PS: Não digam a ninguém que eu postei isto. Ainda me arruina a reputação.

6 comentários:

zazie disse...

Ai o nosso querido Dragão que deu em ternura. Então toma lá um carro de assalto medieval que era capaz de fazer a tua cara:

http://zaziedanslemetro.no.sapo.pt/valturis.jpg

Não é por nada mas a tua sorte foi não me chamar Margarida ehehehe
Tinhas Zurbarán pela certa “:O))))

dragão disse...

Ah, o teu carro de assalto, claramente, favorece-me. É bem mais fotogénico que eu, eh-eh!...:O)

Laurindinha disse...

Que belo poema! Muito obrigada!

MP disse...

Meu Caro Dragão,

Uma graciosa vénia, e um enorme agradecimento pelo maravilhoso bouquet de rosas, e pela poesia :)

(A Zazie é uma excêntrica :) )

«Outros haverão de ter
O que houvermos de perder.
Outros poderão achar
O que, no nosso encontrar,
Foi achado, ou não achado,
Segundo o destino dado.

Mas o que a eles não toca
É a Magia que evoca
O Longe e faz dele história.
E por isso a sua glória
É justa auréola dada
Por uma luz emprestada.»

Fernando Pessoa, in Mensagem

zazie disse...

ai, uma excêntrica, uma desmiolada...isto vai lindo vai...


ahahaha ":O)))

Anónimo disse...

Dardejando
Raios e trovões
Alumias
Grandes e pequenos
Acontecimentos que
Ocorrem no microcosmo do ser

Acrós