segunda-feira, abril 18, 2005

Dragoscopia

Deus existe. A minha filha, Mozart, J.S. Bach e Homero são prova eloquente disso.

5 comentários:

riacho disse...

Por muitas vezes também tenho essa sensação, ao ver a inocência espelhada no olhar 'deles', mas quando desvio os olhos e atento a tudo o resto ao meu redor...

Fora de tópico:
Espero que não te importes (http://alfa-e-omega.blogspot.com/2005/04/cadeia-de-literatura.html).

E se te importares, amarrota a missiva e deita-a ao lixo :-)

dragão disse...

A fealdade nada pode contra a beleza, minha amiga!...

Fora do tópico: Aí está uma coisa que eu só faria a pedido de uma senhora, ainda para mais amiga. :O)
Amanhã, vou tentar arranjar tempo para tratar do "assunto".

gelsenkirchen disse...

Não sendo eu uma senhora, vinha aqui, justamente solicitar-lhe a mesma maçada.
O pedido fica feito lá nos Anjos e DEmónios.
Se calhar com uma cajadada...
Um abraço,

riacho disse...

... lá vais matar dois coelhos!
:-)

É verdade o que dizes.
E conseguir fazer com que eles mantenham essa beleza interior, é uma tarefa profunda.

Laurindinha disse...

Uma chapelada por esta entrada.