domingo, setembro 02, 2012

Das cleptocracias de conveniência





Se não lesse nos jornais, não acreditava: o MPLA ganhou as eleições em Angola. Que surpreendente! Até porque ninguém esperava... 
Por falar em ficções: eleições em Angola é como boutique de saladas em aldeia de canibais.
E o Super-Soba lá se perpetua...   Acho que é a diferença abissal entre as "armas de destruição maciça" e as "armas de destruição macia". Por outro lado, são as sempiternas afinidades electivas: entre o money business e o monkey-business.

3 comentários:

Diogo disse...

O Super-Soba é apenas um capataz muito bem pago das petrolíferas (e outras) norte-americanas.

Pusesse ele o pé em ramo verde e teria um Tomahawk a entrar-lhe pela janela.

Anónimo disse...

No tempo de Salazar ainda havia um Mundo português, agora com os super-sobas locais, aquilo virou-se para um mundo de cão. Até nós viramos cães, sem sonhos nem aspirações, a não ser o de ser o cão do senhor de um imperio alheio.

Zebedeu Flautista disse...

http://fleming.dailymail.co.uk/2012/08/down-with-democracy.html