terça-feira, julho 26, 2016

Resposta a Leclerq

A propósito deste comentário (no postal anterior):
«O Putin quero que se foda, assim como todos os outros imperialistas, desde os EUA a Israel. Que vão todos para o caralho que os foda. Detesto gente (russos, americanos, israelitas, sauditas ou o raio que os parta) que despreza os outros e os trata como lixo. Se houver Inferno espero que ardam lá, por toda a eternidade, em excruciante sofrimento. Ponto.

Enqunto iso, no último número da sua publicação Dār al-Islām, o ISIS recomenda o seguinte:

“Escolher sempre como alvo locais muito frequentados, como sítios turísticos, grandes superfícies, sinagogas, igrejas, lojas maçónicas, as sedes de partidos políticos e lugares de oração dos apóstatas [hereges], com o objetivo de instalar o medo nos seus corações” 

(pode ler-se na pág.33 da publicação da filantrópica organização)

"Em suma, será mesmo Trump um agente de Putin? 
Espero bem que sim."

Não se iluda.....para não se desiludir.O multimilionário norte americano Trump cumpre um papel, faz o que lhe mandam e fim de conversa. Assim como Putin ou como o Irão (ai...os tempos do Oliver North e as ameaças nunca cumpridas......teatro em grande estilo e jogos de sombras fabulosos).
Vai-se desiludur taaaaanto.....»




Caro Leclerq (se não é vossência, faz de conta);

Não precisava de lhe dizer isto, mas não deposito grandes esperanças no tal Trump. Assim, até pode ser que me surpreenda (como aquilo do Brexit), mas logo de seguida processam o gajo (como indigitaram aquela desmadre teresa da tanga). Já o Putin é outra loiça e vossência devia erguer-lhe um altar e acender-lhe velas em vez de largar nessas públicas detonações da síndrome de Touret. Se até o Erdogan viu a luz, que raio de toupeirice obstinada é a sua?...

Agora quanto às publicações dos Esquisitos islâmicos e psicopatas associados Inc... Lá está, completa balhelhice, cumulada de inverosímil e delirante. Senão repare, como passo a expor detalhadamente:

"Locais frequentados", dizem as bestas (partindo do princípio que não inventou vossência isso tudo, o que, não obstante, irá dar ao mesmo). E depois referem "sítios turísticos".. e é tudo. Porque a seguir "grandes superfícies" - o deserto do saara é uma grande superfície; o "oceano pacífico é uma grande superfície; a antártida é uma grande superfície. E depois, são sítios frequentados? Não. Anda-se quilómetros e quilómetros sem ver vivalma.

"Sinagogas" - não é um sítio frequentado; regra geral, é um sítio mal frequentado.

"Igrejas" - estão cada vez mais `às moscas, a não ser enquanto objecto de peregrinação turística. Segundo me proclamou ainda anteontem um celtibero que viajou na máquina do tempo, às eucaristias só já velhos comparecem. Portanto, se os psicopatas islamicos rebentarem com eles, o estado social até agradece a bem do orçamento, e os sopeiros de plantão aplaudem e cantam hossanas. O paraíso para estas amibas passa pela emigração jovem e pelo genocídio fetal e sénior, se por outsourcing, então maravilha.

"Lojas maçónicas" - ninguém sabe onde ficam, fora os pensionistas mancomunados, mas isso também não conta como gente. E também não são muito frequentadas, a não ser que tenha ocorrido entretanto nova revisão lexical e péssimo já seja sinónimo de muito. Suspeito que sim. Se os tarados as mandassem pelos ares não instalavam o medo no coração de ninguém, mas a maravilha e a gratidão quase eterna. É suposto os terroristas cometerem acções horrendas, não actos de filantropia.

"sedes de partidos políticos" - pior, quer dizer, melhor um pouco. Um pouco imenso, aliás. Eles querem aterrorizar-nos ou que os canonizemos e celebremos em recepções apoteóticas ao nível do desembarque da selecção campeã europeia de futebol no regresso da epopeia?  Além disso, lojas maçónicas e sedes de partidos políticos, entre nós, é quase redundante e pode acarretar alguma confusão nas cabeças - já de si caóticas - dos bombistas suicidas. Ora, nesta matéria é de capital e público interesse que não haja desperdício nem extravio.

"lugares de oração dos apóstatas" - Corrijo: afinal não era tudo, os tais sítios turisticos. Mas pronto, é apenas sítios turísticos e mesquitas. Por mim, não corro perigo.

Dealbamos assim na fatal conclusão: esse tal DAESH de islamico não tem nada. De esquisito tem tudo. É um pouco como a maior parte dos "ismos" do nosso tempo. Socialismo, Liberalismo, comunismo, nacionalismo, etc.  Também são todos esquisitos. Infestados por criaturúnculas (geradas ad cuspo) essencialmente chatas. Nem sequer já sistemas de superstição ou pseudo-crença, os tais ismos, mas apenas uma comichão. Solipsismo colectivo em forma de sarna. O ESQUISITISMO - eis a única ideologia avassaladora e campeã do nosso tempo. Enganaram-se com " O Fim da História". Na verdade, se fizesem a mais pequena noção do que dizem, proclamariam o "fim da ideologia".

5 comentários:

prolar disse...

Fim da ideologia, nem pensar. Basta apontar que nos EUA (que é onde o debate de ideias ainda tem algum interesse e tem de facto consequências no mundo real tanto ali como no seu quintal da NATO, aqui) os dois candidatos mais votados pelo eleitorado no processo que está a decorrer, um é um socialista da idade da pedra, e o outro é outra coisa do paleolítico a que chamam paleoconservadorismo. Agora se falar em "fim do secularismo" aí, cem vezes sim. E estamos todos de acordo. Nós, Putin e o seu Patriarca, e o Estado Islâmico (DAESH nunca, por várias e boas razões, primeiro não falo árabe nem a fingir, segundo a boa e velha novilíngua do Orwell, que transformam cadáveres em danos colaterais, ou fetos mortos em interrupção voluntária da gravidez primeiro, ou ivg depois, eutanásia em morte medicamente assistida etc., compreende-se que queiram tirar o "islâmico" do nome, não vá o goyim ficar arrepiado com o frio da lâmina do alfange contra o pescoço).

Só vinha cá dizer que me tinha enganado que afinal o que não tinha travões e não parava de accelerar indo atingir a velocidade cruzeiro na 2ª metade do ano, afinal não era um comboio que não tinha travões, era um camião. No comboio são mais os "lumberjacks" Bávaros ou Saxões que resolvem tudo à machadada. As folhas de chá estavam mal alinhadas e as tripas do coelho estavam verdes.

Ao ler este nível de retardação mental no entanto, realmente caro Dragão, 2006 já passou e a blogosfera do tugão idem. Mas também lhe digo, você já teve muito melhor categoria de comentadores. Ou é sintoma da falada Idiocracia que tudo consome, e acaba por mandar os ávidos jogadores de Pokémon Go, com o nariz enfiado no telefoneesperto, a despencar por um penhasco abaixo, ou então não passa de impressão nossa, porque 1916, 2006, 2016, 2116 vai tudo dar ao mesmo porque o Eclesiastes e tudo o mais. Sempre é menos deprimente pensar assim e optar pela 2ª hipótese.

No entanto, não invalida que não nos possamos divertir, veja-se esta pérola:
"lugares de oração dos apóstatas"
Os estúdios em Carnaxide e Queluz, ou a casa na Venda do Pinheiro? Ou então, em sociedades mais culturadas que a Portuguesa, será a discoteca gay na Florida? Acaba por não interessar muito porque apóstata é um conceito abrangente e mesmo havendo sinalização de virtude, que eu não sou um crusado sou ateu, e até sou pró-palestina e tudo, a cimitarra afiada exerce uma política de estrita não-descriminação, e igualdade do género e racial. E os estilhaços de uma explosão fazem questão de não perguntar ao transeunte antes de o varar, se ele é ateu ou Católico. Respeitando a liberdade de consciência de cada um evidentemente.
Pode-se até dizer aos fachos empedernidos e ressabiados, a quem o fim das ideologias e da história já deveria ter feito desaparecer, desfeitos em pó atomizado (e no entanto estes fachos empedernidos nos EUA até querem eleger der Trumpenführer o novo Hilter, diz o Courier International e derivados e derivados dos derivados, sem falar depois nos papagaios com l'horreur! praqui e pracolá) que apóstata é um conceito abrangente e um conceito expressão de verdadeira sagrada democracia, logo, bom.
Bons banhos de. Sol? Claro.

João José Horta Nobre disse...

«É um pouco como a maior parte dos "ismos" do nosso tempo. Socialismo, Liberalismo, comunismo, nacionalismo, etc.»

Atacas o Nacionalismo, mas defendes a ideologia semita do Cristianismo. Sim senhora, estamos perante um tuga exemplar, não haja dúvidas. "Dragão"? Muda antes de nome para "Lagartixa Filo-Semita"...

dragão disse...

Ora aí está: esse grunhido está de acordo ao protocolo.

O "tu" é que, ainda mais que o resto, é esparvoado. Conhece-me de onde, o freguês? Que familiaridades chungas são essas? Não lhe deram o mínimo de educação lá em casa ou, como tudo o indica, é impermeável a qualquer tipo de ensino?!...

"TU" é a priminha, queira tomar nota o sr. matumbo do caralho!....

Defendo o cristianimso? Mas o ridículo invertebrado sabe lá o que é o cristianismo, ou o quer que seja!... Qual cristianismo, qual carapuça! Para vaginocéfalos da sua laia, eu defendo é a Santa Inquisição e aquela malta toda da Idade Média. Da Alta Idade Média. Dominicanos dos piores, ainda é pouco!... Isso ou Aushwitz, Gulag, Rilhafoles, tanto faz! Qualquer coisa com veterinários, exorcistas e psiquiatras, mas tem que ser as três categorias, em tandem e horas extraordinárias, porque só uma não basta!...

Não querem lá ver o histericoiso do beato às avessas, e aos coices, agora a armar ao patrulheiro neo-peganhento!...

Mas debaixo de que musgos e pedras germinam, nidificam e cissiparem estas aberrações?...

Anónimo disse...

A saber

Locais frequentados: uma panóplia de lugares frequentados por gente das mais variadas origens étnicas e religiosas (incluindo muçulmanos. Excelentes "spots" para a matança em curso (quem morre não interessa) qe dá jeito a uma catrefada de malta.

Sinagogas: locais frequentados e de onde vieram várias personalidades, como Jesus Cristo, Sauo de Tarso e etc..... Depois o pessoal zangou-se todo e deu nesta linda tr@mpa.

Igrejas: locais onde é abundantemente citado e recitado o Antigo Testamento. Em informática seriam designadas como Sinagogas 2.0 :-)

Lojas Maçónicas: local culinário. Uma espécie de Masterchef. Não se faz ;-)

Sedes de partidos políticos: locais em que simpáticas agremiações se reúnem para melhor organizar o como viver do erário público e proceder às mais interessantes e variadas vilezas sobre o hipotético Soberano.

Lugares de oração de apóstatas: todo e qualquer local de culto religioso que não seja o meu e eu AI C'UM C@RA@LHO QUE EU MATO TUDO!
(O Nacional-Socialismo e o Marxismo-Leninismo (Socalismo Científico) confirmam a crendice e a atitude)


"Dealbamos assim na fatal conclusão: esse tal DAESH de islamico não tem nada. De esquisito tem tudo. É um pouco como a maior parte dos "ismos" do nosso tempo. Socialismo, Liberalismo, comunismo, nacionalismo, etc. Também são todos esquisitos. Infestados por criaturúnculas (geradas ad cuspo) essencialmente chatas."

Subscrevo!
Dragão....são POBRES IGNORANTES E UNS MONTES DE ESTERCO, SENTINAS DE VÍCIO E SEPULCROS CAIADOS. Nada mais a dizer.
Cagar-lhes, mijar-lhes e cuspir-lhes em cima seria um desperdício de merda, de mijo e de cuspo.

Leclerq

;-) disse...

Ò Nobre....morre longe.