terça-feira, setembro 15, 2015

Bem vindos ... Ao Limbo.



Como é que uma Europa à beira da desintegração vai integrar quem quer que seja?

Bem, algumas ideias avulsas...

1. Os 25 milhões de desempregados europeus  - e o dobro ou triplo de precários, estagiários DLD  (De Longa Duração) e outras fantasmagorias urbanas - vão organizar quermesses de boas vindas aos recém-chegados de Nenhures...  ao limbo.

2.No nosso caso peculiar.... O Estado português (risos) não tem dinheiro suficiente para se auto-sustentar (e mesmo o regime frenético de extorção e confisco não lhe colmata o bandulho); como é que o Estado vai, então, sustentar estes milhares de arribação?
a) Os alemães, que nos impõem (ninguém duvide) quotas de migrantes, aumentam-nos a quotas da sardinha e do leite para podermos alimentá-los.
b) Os alemães permitem que nós nos endividemos mais, a título extraordinário, para podermos acudir à coisa - crédito a juros amigos e comissões bancárias ligeiramente mais baixas (é claro que as agências de Ratos nos degradarão novamente, mas isso é mesmo assim: aquilo não é a Santa Casa, fora o departamento de jogos).
c) Num universo de 1 milhão de gente atirada ao lixo, mais 5 ou mesmo 10 mil faz alguma diferença?
d) A marabunta instalada (de centrões alfa e beta) organiza mais um festim de assistência, formação, mais formação, estágio/formação, novamente formação, mais estágio e requalificação, onde consumirão 80% dos fundos de ajuda alemães, digo, comunitários, e estabelecerão, com grande alacridade, novas redes providenciais de segundos, terceiros e até quartos empregos para as clientelas partidárias.
e) Estimular-se-á a iniciativa privada, nomeadamente através da criação duma bolsa nacinhal de lares de acolhimento/aluguer: os bons samaritanos aos gritos poderão receber em sua casa famílias refugiadas, a troco claro está, dum bónus de integração, distribuido pelo Estado a partir da dotação comunitária e de vários fundos de investimento. Basta que se candidatem, os beneméritos; e coloquem a acção concreta onde geralmente apenas comprometem o cuspo. Excelente oportunidade para os betos e tios, de esquerda e direita (risos) deste país, adquirirem estagiários domésticos (a preço bastante abaixo do mercado) e ainda lucrarem uns cobres.
f) Distribuem-se pontes e viadutos pelos refugiados. Cada ponte ou viaduto terá a sua equipa, a qual cuja, a troco de abrigo e pernoita, velará pelo ajardinamento, patrulha e manutenção da infraestrutura. Pelo Kit Ponte/anexos e logradouro, a família refugiada poderá abrir uma linha de crédito com juros bonificados e auferir, temporariamente, de renda social.
g) Converter-se-ão as sucatas automóveis em parques de campismo para migrantes, que poderão habitar as carcaças enquanto a retoma económica não reclamar alimento para as siderurgias.
h) Devidamente enquadrados por baterias de psicólogos, vão colonizar as Selvagens.
i) De modo a que a sua integração possa ser material e efectiva, acedem directamente às universidades onde as Comissões de Praxe tratam da sua recepção, pastoreio e licenciatura. No fim desse animado processo,  aqueles que sobreviverem aos exames finais na praia do Meco (pela noitinha), estarão aptos para aceder às caixas dos hiper e micromercados, bem como aos incontáveis e miríficos estágios, para-estágios, meta-estágios, sobrestágios e demais esquemas de cripto-exploração catita.
j) Substituem-se os semáforos das grandes cidades por sírios com bandeirinhas. Estes controladores de tráfego rodoviário serão mantidos através dum sistema de gratificação voluntária pelos automobilistas;
l) Instalam-nos directamente na internet. Temos Trolles em abundância e uma escassez alarmante de pastores, tratadores e operadores de matadouro.

Outras ideias  em estudo e prospecção. Uma verdadeira brainstorm!...





23 comentários:

Ricciardi disse...

Porque não come-los?

Não há fome em Portugal?

Porque não fazer deles sabão?
Dizem que os árabes em geral (e judeus em particular) tem boas glandulas sebacias para a cosmetica.
.
Rb

Simão disse...

Excelente texto numa situação em que a Europa está a dar, mais uma vez, um espectacular "world show".
Ora vamos ver:

1 - Os refugiados estão a entrar pelos Balcãs, essa região da Europa conhecida pela paz e tranquilidade quase a remeter-nos para o cenário bucólico de um Cesário Verde.

2 - A Sérvia (cuja relação recente com os muçulmanos é pouco menos que excelente) não tem um, nem dois mas sim três problemas. A saber:
- os refugiados que ficaram subitamente "embarrilados" junto à fronteira da Hungria
- os que continuam a entrar em catadupa crescente através da Grécia e da Macedónia
- e..."cereja no topo do bolo"....os que a Hungria quer recambiar para a....Sérvia cujo governo, e bem (já a franzir o sobrolho), diz que não está na disposição de ser um "depósito/campo de concentração" da UE. A UE que solucione isto de qualquer maneira que não é Belgrado que tem a obrigação de resolver (o que é certo).

3 - Entretanto, depois de nos últimos dias e horas estar sobre tremenda pressão internacional, o governo de Budapeste teve uma ideia: em vez de abrir a vedação que ergueu na fronteira com a Sérvia (para desagrado destes últimos) eis que Orban decidiu ser ainda mais inovador e acabou de anunciar...... mais uma vedação.....desta feita na fronteira com a Roménia (o que já causou protestos em Bucareste). Ah....e decretou o "Estado de Emergência" :-)

4 - Vender vedações e arame farpado na Hungria é uma actividade bastante promissora. :-)

5 - Enquanto isso, Berlim ameaça cortar os fundos comunitários aos países do Leste (incluindo a Hungria, mas estes parecem estar-se nas tintas...passe o eufemismo) se não cederem à política de quotas.

Está bem composto o ramalhete.
Não vai ser bonito.

dragão disse...

Agora acudam que o fogo está a chegar à casa! Não teria sido mais simples e prudente não participar nem autorizar que deitassem fogo à floresta em redor da casa?

Ajudaram, acefalamente, na sementeira dos ventos; agora colhem a tempestade.

Simão disse...

Pois...bem que muita gente (de heteróclitos quadrantes, note-se) que avisou sobre a irresponsabilidade que durante muito tempo levou a que, como muito bem diz, "deitassem fogo à floresta em redor da casa"...

Agora a floresta ardeu (aguentam-se, até ver, Marrocos, Argélia e a Tunísia (que, gente mais avisada, parece recuperar da tão perfumada e promissora "Primavera")....mas a Líbia a a Síria foram-se. Agora é o caos. Provavelmente é isso o pretendido: "Ordo ab Chaos" ;-)

Mas que isto promete ser absolutamente catastrófico......ai isso promete.....

Não só Budapeste não cede como parece ter do seu lado, cada vez mais, Bratislava, Praga e até Varsóvia.

Belgrado?!
Atenas?!
Bom, esses ficam com o "abacaxi" nas mãos e que se lixem.

Simão disse...

Ah...já me olvidava!

A Hungria considerou a Grécia e a Sérvia como "sítios aptos" para acolhimento de refugiados em larga escala, ora....todos sabemos que nenhum dos países reúne as condições (nenhuma delas) para tal coisa.
A situação da Grécia dispensa apresentações: não há dinheiro para mandar tocar um cego, Atenas está completamente falida (num mar de dívidas que se aproxima de uns espantosos 200% do PIB) e não tem propriamente um governo completamente "funcional" e têm uma taxa global de desemprego de 30% e um desemprego jovem de....50%.

A Sérvia (coitada) ainda nem conseguiu, por completo, resolver o problema dos seus próprios deslocados e refugiados internos resultantes dos conflitos dos dois conflitos anos 90.

Está bonita a festarola!

Simão disse...

A UE ainda vai conseguir com que Yanis Varoufakis consiga executar o seu famoso (e pós-tecnológico/high-tech) plano de saída de GREXIT.

Parabéns às primas!
:-)

Anónimo disse...

Uma idéia, a propósito dos sabonetes:

1º - Colocam-se em campos de concentração para engorda - tipo os nazis;

2º - Passam numa qualquer clínica de lipoaspiração para recolha do sebo;

3º - Fabrico de sabontes e venda às madalenas como o Ricciardi;

4º - O lucro exdente é rederecionado para o recomeço do ciclo - engorda...

Agora a sério, até quando é que esta moda vai durar? Alguém ainda se lembra dos gregos? Mais duas semanas e só voltamos a falar disto em revista no Réveillon...

Phi

rui disse...

Os 'globalization-lovers' que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa.
.
.
P.S.
Pelo Direito à Sobrevivência:
-> http://separatismo--50--50.blogspot.com/
(antes que seja tarde demais)

Simão disse...

"Alguém ainda se lembra dos gregos?"

Ora essa?!?
Tenho amigas e amigos na Grécia. Conversamos online.
Na antecâmara de um novo governo....dominado por Tsipras & Varoufakis and Associates!

lmao!

Pelo que vou sabendo......se não lhes derem o "pilim" para receber os refugiados (em contrapartida de perdões de dívida e fins de austeridade) o Plano Varoufakis segue e atiram-se para o abraço do "Urso" :-) :-)

Isto promete.
Os refugiados, coitados, que estão nos Balcãs já devem estar entre o arrependido e o espantado pois já anda tudo à estalada na Europa.

Entretanto, notícias diversas indicam que numerosos refugiados se têm convertido ao Cristianismo na Alemanha e, também, na Áustria.

http://www.express.co.uk/news/world/603929/Migrant-Muslim-Germany-Angela-Merkel-Christianity-Gottfried-Martens-Trinity-Church-Berlin

PS: o Estado Islâmico (sempre atento e online), entre a catadupa de "fatwas" diárias, avisou que já meteu cá muita malta infiltrada e que vão conquistar tudo e um par de botas.

Parabéns a todos os que dirigiram e dirigem o Ocidente.

marina disse...

a minha preferida eh a da sucata automovel , Deus me perdoe :)

Antonio Cristovao disse...

Vale mais a pena fazer um post baseado em factos, em vez de inverdades : A UE vai financiar directamente a integração dos refugiados; aqui, na Alemanha ,na Hungria...
Pode não ficar tão hilariante , mas fica muito mais sério.

dragão disse...

« A UE vai financiar directamente a integração dos refugiados; aqui, na Alemanha ,na Hungria...»

Ninguém disse o contrário. Pelo contrário, toma-se isso como dado adquirido. Depois trata-se de sugestões para o futuro. Beneméritas, todas elas. Podem ou não tornar-se factos. Nessa altura, pela respectiva reportagem, é que poderá acusar alguém de inverdade.
E, francamente, ó Cristovão, não sei como pode, em tempo ou modo algum, duvidar da mais solene seriedade de todas elas!...

dragão disse...

«Agora a sério, até quando é que esta moda vai durar?»

Boa questão. Aceitam-se apostas!

dragão disse...

«Entretanto, notícias diversas indicam que numerosos refugiados se têm convertido ao Cristianismo na Alemanha e, também, na Áustria.»

Se os gajos fazem isso então é que se tornam mesmo persona non grata mo "Ocidente"!...
Ao contrário da islamofobia (que irrompeu agora ao lado do anti-semitismo, como preservativo agit/prop), a cristofobia está sempre na moda e cai bem em qualquer círculo ou vernissage moderna e puggessista. Tornam-se cristãos, os peregrinos, e, no minuto seguinte, deixam logo de ter interesse e de gozar do estado de graça para as ratazanas do jornalixo e mass-merdia. pelo contrário, começam a suportar soslaios, rancores e rosnadelas.

Anónimo disse...

"Why Jews support tsunami-gration: What’s bad for Europeans must be good for the Jews".

"Amazing video shows Zio-led invasion of Greece and all of Europe" - David Duke.

Leiam que vale muito a pena.
Maria

Parabéns Dragão pela acutilância dos seus escritos.

Anónimo disse...

"Zio, Jewish-Supremacist Seeks Extermination of Austria and Europe!" - David Duke

Mais esta...
Maria

Ricciardi disse...

O Dragao entrou agora na fase utilitarista do refugiado. Quão utilitário pode ser um refugiado é a questão que o inquieta.
.
Pois eu, vejamos, prefiro responder, perguntando, pela lógica inversa:
Quão utilitários seriam os refugiados se não fossem acolhidos?
.
Úteis para as minhocas e bicheza diversa?
Úteis para os machos do ISIS?
.
Portanto, a utilidade de um refugiado pode muito bem ser aquelas apontadas por toda a gente nestes comentários. But hei, pelo menos não são úteis aos vermes.
.
Rb

Anónimo disse...

Vermes, a aproveitarem-se deles é o que não falta, a começar pelos noveleiros jornalísticos e acabar sabe-se lá onde!

A prensa precisa de historietas novas para alimentar as audiências. Como está o Haiti?

Phi

Ricciardi disse...

Rodeado por água.

Anónimo disse...

Teve bem, teve bem, sim senhor...

Nunca mais leu sobre tal assunto, na revista Maria?

Phi

Ricciardi disse...

Não sei a que assuntos se refere, mas revistas... só leio a Gina. Se bem que, quando vou ao dentista confesso passar os olhos pela mamas da Ana.
.
Rb

Anónimo disse...

Claro que não sabe, o assunto está démodé... Tal como, convém dizer, todos as modas da estação anterior, aquelas calças à Cecil, o iogurte grego, as havaianas, digo haitianas... Nada para se apoquentar, novas modas virão, com o mudar de estação...

Phi

Ricciardi disse...

Não tenho pé para as havainas. O calcanhar fica de fora, de lado. Mas gosto do estilo cool. O iogurte grego deixou de fazer parte das minhas escolhas. Por causa do colestrol que m'assustou.. Agora bebo cerveja grega, a Mythos, maravilhosa, vinho grego e, descobri hoje, os cigarros slim que agora fumo são produzidos na Grécia. Uma boa porcaria, e um bocado gay, mas parecem ser mais inofensivos para a saúde.
.
Rb